FGTS: Saque-aniversário virou saída para brasileiros em busca de crédito na crise

·1 min de leitura

Brasileiros estão recorrendo mais ao FGTS para pagar dívidas e contratar empréstimos. Desde 2019, o governo criou a modalidade saque-aniversário, que permite o resgate anual de uma fração dos recursos depositados.

Em seguida, permitiu que o dinheiro fosse usado como garantia de crédito pelos trabalhadores que aderiram a esta modalidade. Esse mercado já movimenta R$ 24,186 bilhões, segundo levantamento do governo.

E bateu recorde nos meses entre setembro e novembro, com um total de R$ 7,5 bilhões liberados para este fim. Somente nos primeiros 15 dias de dezembro, foram firmadas quase dois milhões de novas operações, alcançando um volume de R$ 1,237 bilhão.

Para especialistas em finanças, esse aumento na procura pelo saque-aniversário nos últimos meses está ligado à escalada do endividamento, à perda de renda das famílias na crise, dois fatores diretamente relacionados ao aumento da inflação.

Leia a matéria completa no O GLOBO.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos