FHC deixa presidência da fundação que criou em 2004

***ARQUIVO***SÃO PAULO, SP, 13.05.2021 - O ex-presidente Fernando Henrique Cardoso (PSDB). (Foto: Zanone Fraissat/Folhapress)
***ARQUIVO***SÃO PAULO, SP, 13.05.2021 - O ex-presidente Fernando Henrique Cardoso (PSDB). (Foto: Zanone Fraissat/Folhapress)

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - O ex-presidente Fernando Henrique Cardoso (PSDB), 90, resolveu deixar a presidência da fundação que tem o seu nome e foi criada por ele em 2004.

O novo presidente da Fundação FHC será o ex-ministro das Relações Exteriores Celso Lafer. A escolha foi do próprio ex-presidente e recebeu a aprovação dos conselheiros.

A entidade anunciou também a chegada de novos conselheiros: o ex-presidente do Banco Central Armínio Fraga e a empreendedora cívica Ilona Szabó, colunistas da Folha de S.Paulo; a ex-ministra do Meio Ambiente Izabella Teixeira e o banqueiro José Olympio Pereira.

Em março, FHC foi submetido a uma cirurgia no Hospital Albert Einstein, em São Paulo, devido a uma fratura no colo do fêmur. Ele havia sido internado no dia 11 de março após cair em casa, na capital paulista.

Entre as últimas declarações públicas dele estão a defesa das prévias do PSDB que escolheram o ex-governador João Doria como candidato do partido à presidência da República e uma homenagem ao jurista Dalmo Dallari, morto em abril, aos 90 anos.

"Intelectual brilhante que se destacou como um dos melhores juristas do Brasil. Fará falta", disse FHC nas redes sociais.

Também em março estreou nos cinemas o documentário "O Presidente Improvável", sobre a trajetória política do ex-presidente.

Dirigido por Belisario Franca, o filme é organizado em torno de conversas que Fernando Henrique teve durante a pandemia com amigos, ex-ministros e colaboradores, do historiador Boris Fausto ao ex-presidente americano Bill Clinton, que participou por videoconferência.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos