Fiéis continuam a desfilar para última homenagem a Bento XVI

Pelo segundo dia consecutivo, fiéis acodem à Basílica de São Pedro para um último adeus ao papa emérito Bento XVI.

O corpo do anterior líder da Igreja Católica, em câmara ardente, recebeu esta segunda-feira 65.000 visitas, mais do dobro do estimado pelas autoridades do Vaticano.

Numa entrevista, o secretário pessoal de Bento XVI, abordou polémicas do seu papado, nomeadamente a forma com lidou com os escândalos de abusos sexuais.

Georg Gaenswein, arcebispo e secretário pessoal de Bento XVI: "A palavra escândalo é certamente um pouco forte, mas é verdade qze durante o pontificado houve muitos problemas, como disse, a nível interno, com o Vatileaks e o Banco do Vaticano, não foi a primeira nem a última vez, durante o papado de Bento XVI. Mas é óbvio, como diz o papa Francisco, que 'o Diabo não dorme', vai sempre tentar atingir onde dói mais."

O corpo de Bento XVI vai permanecer em câmara ardente até esta quarta-feira. O funeral está agendado para quinta-feira, com uma missa celebrada pelo Papa Francisco.