Fichas do ex-secretário de Administração Penitenciário e de assessores presos estão sem fotos no sistema penitenciário

·1 minuto de leitura

Presos na manhã de terça-feira, o ex-secretário de Administração Penitenciária, Raphael Montenegro, e dois ex-subsecretários, apesar de já estarem no presídio de Bangu 8, no Complexo de Gericinó, na Zona Oeste, até o momento, suas fichas de identificação estão sem fotografias. É obrigatório que todos que ingressam no sistema penitenciário sejam identificados com os dados completos e imagens. Além da informação impressa nas fichas como "sem imagem", as informações sobre os detentos são insuficientes.

Procurada, a nova administração da secretaria de Administração Penitenciária (Seap), ainda não informou o motivo das informações incompletas nas identificações. Também faz parte do regulamento no sistema penitenciário que o preso corte os cabelos e use o uniforme de detento.

Montenegro e os assessores são acusados pela Polícia Federal e o Ministério Público Federal de crimes de associação ao tráfico e, no caso do ex-secretário, que é advogado, de falsidade ideológica e captação de clientes. Em 27 e 28 de maio, os três visitaram 10 dos chefes da mais importante facção criminosa do Rio no Presídio Federal de Catanduvas, no Paraná. Durante a passagem deles na unidade federal, as conversas com os detentos foram gravadas por meio de escuta ambiental, autorizada pela Justiça. Segundo a PF, Montenegro fazia acordos com criminosos de alta periculosidade para o retorno ao Rio em troca de uma trégua dentro das cadeias fluminenses e no estado.

Nas buscas feitas na terça-feira na casa do ex-subsecretário de Administração Penitenciário foi encontrada a quantia de R$ 250 mil, sendo que parte desse valor em moedas estrangeiras como dólares e euros. O superintendente da Polícia Federal do Rio, Tácio Muzzi, ressaltou, em entrevista coletiva, que os atos de Montenegro para acessar presos “são indicativos de atos de corrupção”.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos