Fifa 100: Pelé nomeou os maiores jogadores vivos em 2004; veja como ficou a lista

As diversas homenagens recebidas por Pelé, morto nesta quinta-feira, aos 82 anos, mostram o respeito que o mundo do futebol tem pelo legado do ex-jogador. Isso já vem de longa data: há pouco mais de 18 anos, o Rei foi incumbido de uma tarefa das mais nobres pela Fifa, a de elaborar uma lista dos 100 maiores jogadores de futebol vivos naquela época.

A lista, nomeada Fifa 100, fez parte das comemorações do centenário da entidade que comanda o futebol mundial. A tarefa de Pelé era escolher 50 jogadores ou jogadoras em atividade e outros 50 aposentados. Na época, O Rei, que já estava longe dos gramados há 27 anos, achou a tarefa complicada por conta do número de aposentados e conseguiu que a entidade expandisse a lista de 100 para 125 nomes, incluindo mais 25 dos jogadores inativos.

"Foi muito difícil escolher. Às vezes, dá dor no coração ter que deixar alguém de fora. Todo mundo tem seus 100 jogadores preferidos e tentei errar o menos possível. Me disseram para escolher 50 jogadores em atividade e 50 aposentados de uma lista inicial de 300, mas não consegui, então escolhi os 50 em atividade e 75 ex-jogadores", diz o Rei, em matéria da época da "BBC".

Revelada em cerimônia especial em Londres, a lista tem nomes icônicos do futebol como George Best, Diego Maradona e Franz Beckenbauer. Entre os brasileiros, Pelé incluiu 15 nomes, de companheiros de seleção como Carlos Alberto Torres a estrelas da época como Ronaldinho e Ronaldo Fenômeno. Já entre as mulheres, apenas duas figuraram na lista: as americanas Michelle Ackers e Mia Hamm.