Fifa "aumenta" público dos estádios da Copa; Entenda a polêmica

Público nos estádios: Fifa esclarece polêmica de público maior que a capacidade dos estádios da Copa (Photo by JUAN MABROMATA / AFP) (Photo by JUAN MABROMATA/AFP via Getty Images)
Público nos estádios: Fifa esclarece polêmica de público maior que a capacidade dos estádios da Copa (Photo by JUAN MABROMATA / AFP) (Photo by JUAN MABROMATA/AFP via Getty Images)

A Copa do Mundo do Catar chegou ao terceiro dia nesta terça-feira (22). Antes da bola rolar para Argentina e Arábia, uma polêmica tinha tomado conta das redes sociais. O público nos estádios da competição estava maior do que a capacidade divulgada pela Fifa antes do início do torneio. Isso aconteceu nos primeiros confrontos da competição.

  • Catar x Equador - Público: 67.372 (capacidade do estádio: 60 mil);

  • Inglaterra x Irã - Público: 45.334 (capacidade do estádio: 40 mil);

  • Senegal x Holanda - Público: 41.721 (capacidade do estádio: 40 mil)

Leia também:

Diante disso, muita gente passou a questionar esses números nas redes sociais. A repórter Rachel Burden, da BBC, divulgou no Twitter uma apuração que fez sobre o tema. Diz ela: "Acabei de ser contatada por um porta-voz da FIFA que me disse…o valor da capacidade é a capacidade de referência que atende aos requisitos da FIFA. A capacidade final durante o modo de evento é maior (daí a incompatibilidade)”.

Ou seja, o público divulgado anteriormente pela Fifa era a capacidade mínima que o estádio deveria ter. Isso foi acordado entre o governo do Catar e a entidade máxima do futebol mundial nos preparativos para o Mundial. No entanto, o número oficial de lugares é maior.

Diante dessa polêmica, a Fifa divulgou os novos números:

  • Al Bayt (68.895);

  • Khalifa Internacional (45.857);

  • Al Thumaa (44.400);

  • Ahmad Bin Ali (45.032);

  • Lusail (88.966);

  • 974 (44.089);

  • Cidade Educacional (44.667);

  • Al Janoub (44.325)

Outro ponto levantado por usuários das redes sociais é o alto público se as imagens das transmissões mostram vários lugares vazios. Essa diferença se dá porque a Fifa divulga o número de ingressos vendidos, não a quantidade de pessoas que de fato estão nos estádios. Por isso a diferença.

Maior e menor público da história das Copas

O recorde de público na história das Copas pertence à final da Copa de 1950, entre Brasil e Uruguai, no Maracanã. Na ocasião, 199.854 pessoas assistiram ao Maracanazo. Já o menor público foi registrado no primeiro Mundial, em 1930, no Uruguai. Apenas 300 torcedores assistiram a partida entre Romênia 3 x 1 Peru.