Fifa The Best: Messi é favorito a melhor do mundo após Copa, mas vê concorrência de Mbappé e Benzema; compare

A premiação oficial da Fifa para eleger o melhor jogador do mundo já tem data marcada: será em 27 de fevereiro de 2023, em cerimônia a ser realizada em Zurique, na Suíça. Mas diferentemente da Bola de Ouro, da 'France Football', irá considerar a Copa do Mundo como um dos critérios de premiação. Ou seja, o favoritismo que era de Karim Benzema passa — à princípio — para Lionel Messi, devido ao título mundial com a Argentina. Mas o quanto o camisa 10 é favorito?

A votação para a escolha dos vencedores do Fifa The Best terá início no dia 12 de janeiro. Ou seja, 25 dias após a decisão da Copa do Mundo, o que mostra seu peso para a premiação. No entanto, o período de análise será maior que o de costume: é válido de de agosto de 2021 a dezembro de 2022. Essa margem faz com Messi siga como favoritos, mas a escolha de votos de técnicos, capitães e jornalistas pode pender para Kylian Mbappé.

O GLOBO levantou os números dos três principais candidatos ao prêmio para ver quem é o grande favorito ao Fifa The Best. Em números, é o atacante do PSG e da seleção francesa que leva vantagem. Somando gols e assistências, Messi é o segundo que mais participou de gols. Veja os números:

Lionel Messi (PSG/Argentina): 74 jogos, 45 gols, 34 assistências

Karim Benzema (Real Madrid/França): 58 jogos, 50 gols, 16 assistências

Kylian Mbappé (PSG/França): 84 jogos, 77 gols, 34 assistências

No entanto, números não são tudo em premiações de melhor do mundo e, após uma Copa do Mundo, o fato de a final ter sido entre Argentina e França, consequentemente entre Lionel Messi e Kylian Mbappé, pode fazer o peso favorecer ao argentino. Nem sempre que tem melhores números fica com o prêmio, mas quem vence as principais competições.

Messi tem a Copa do Mundo a seu favor. Karim Benzema, que não disputou o Mundial do Catar devido a uma lesão, faturou a Liga dos Campeões. Kylian Mbappé, apesar dos melhores números, não conquistou nenhum troféu relevante nesta temporada. Certo é que a disputa entre os três segue em aberto, com leve favoritismo para o argentino.

Os atuais vencedores do 'The Best' são, no futebol masculino, o atacante polonês Robert Lewandowski, hoje no Barcelona mas eleito como jogador do Bayern de Munique, e no feminino a atacante espanhola Alexia Putellas. A atleta do Barcelona é favorita a também ficar com o prêmio na cerimônia da Fifa.

No Ballon D'or, o troféu Yashin dado ao melhor goleiro da temporada ficou com o belga Thibaut Courtois, do Real Madrid. Na premiação da Fifa, ele é o grande favorito a também conquistar o prêmio, mas pode ter a concorrência de Emiliano Martínez, goleiro do Aston Villa e da Argentina, que entra na briga por ter sido campeão mundial.