FIFA deve dar resultado de Caso Byron Castillo até o fim do mês

Chile e Peru esperam que a FIFA elimine o Equador da Copa do Mundo e sonham com a vaga.
Chile e Peru esperam que a FIFA elimine o Equador da Copa do Mundo e sonham com a vaga. Foto: (Franklin Jacome/Getty Images)

Nesta quinta-feira, mais uma audiência foi realizada por comissões da FIFA para investigar a situação de Byron Castillo, jogador equatoriano que teria atuado de maneira irregular durante as Eliminatórias da Copa do Mundo do Catar, que será realizada entre os dias 20 de novembro e 18 de dezembro deste ano. Após ouvir todas as partes, a decisão final da entidade máxima do futebol mundial deve ser tomada ainda no mês de setembro.

A FIFA está investigando Castillo desde abril, quando recebeu uma queixa oficial da Federação Chilena de Futebol, que alegou que ele era inelegível para representar o Equador por ser um cidadão colombiano que entrou no Equador como imigrante ilegal. Byron Castillo serviu a seleção equatoriana em oito jogos do Equador nas Eliminatórias para a Copa do Mundo de 2022 no Catar.

Leia também:

Na última segunda-feira, o portal britânico Sportsmail divulgou um áudio que seria de Byron Castillo em entrevista a alguns investigadores há quatro anos. Na gravação, o jogador de futebol teria confessado que deixou a Colômbia como Bayron Javier Castillo Segura e, no Equador, se tornou Byron David Castillo Segura. Além da alteração de nome do documento de identidade, a idade teria sido alterada também, seu nascimento oficial teria sido em 1995 e não em 1998, como em seu documento equatoriano.

As dúvidas sobre a identidade de Castillo surgiram pela primeira vez em 2015, quando sua proposta de transferência entre dois clubes equatorianos Norteameria e Club Emelec entrou em colapso devido a 'irregularidades' em sua documentação. O Chile espera substituir o Equador se for eliminado da Copa do Mundo, já que Castillo jogou contra eles em dois jogos de qualificação, dos quais conquistou apenas um ponto.