Fifa propõe que contratos que terminam em junho sejam estendidos


A paralisação do futebol ao redor do mundo trouxe vários problemas para o esporte que ainda estão sem respostas. Nesta terça-feira, a Fifa se pronunciou sobre uma das questões que ainda são incógnitas e propôs que os contratos dos atletas que terminam em junho sejam ampliados até que a temporada se encerre.

Nomes como Willian, Cavani e Thiago Silva têm contrato somente até o dia 30 de junho com Chelsea, no caso do primeiro, e PSG, nos dois últimos. Com a proposta da entidade máxima do futebol, caso a temporada termine a partir de julho, os jogadores ainda poderiam atuar por seus atuais clubes.

O mesmo vale para quem já tem um pré-contrato para a próxima época, como é o caso de Alexander Nübel, do Schalke 04, mas que está certo com o Bayern. Ele só poderia atuar pelo clube bávaro a partir da temporada seguinte.

>> VEJA: ATLETAS EM FIM DE CONTRATO NO FUTEBOL EUROPEU

A Fifa ainda disse que a janela de transferência seria flexibilizada para que as negociações ocorressem somente no período em que tudo fosse resolvido nesta temporada.

- A pandemia da COVID-19 mudou claramente todas as circunstâncias de fato relacionadas ao futebol nesta temporada. Assim, a Fifa, juntamente com as partes interessadas, apresentou algumas ideias e propostas práticas para enfrentar essas novas circunstâncias. Embora isso não resolva todos os problemas, deve servir para trazer uma certa estabilidade e clareza ao futebol no futuro próximo - disse Gianni Infatino, presidente da Fifa.