Fifa quer que todo país do mundo tenha um estádio chamado Pelé

Presidente da Fifa, Gianni Infantino presta homenagem a Pelé - Foto: REUTERS/Diego Vara
Presidente da Fifa, Gianni Infantino presta homenagem a Pelé - Foto: REUTERS/Diego Vara
  • Presidente da Fifa compareceu ao velório de Pelé na Vila Belmiro

  • Gianni Infantino sugeriu que todos os países tenham um estádio com o nome do ex-jogador

  • Pelé é velado nesta segunda-feira em cerimônia aberta ao público

Presidente da Fifa, Gianni Infantino chegou a Santos nesta segunda-feira (2) para o velório de Pelé. Em rápido contato com jornalistas, ele manifestou pesar pelo falecimento do "Rei do Futebol" e sugeriu uma homenagem grandiosa para o ex-jogador.

"Com muita emoção, tristeza, mas também com sorriso porque ele nos deu muitos sorrisos. Como Fifa, vamos homenagear o 'Rei' e pedimos para que o mundo inteiro respeite um minuto de silêncio. Vamos pedir para que todos os países do mundo tenham pelo menos um estádio com o nome do Pelé para que as crianças saibam a importância dele", declarou.

Infantino chegou à Vila Belmiro, onde acontece o velório, pela manhã e foi recebido pelo presidente da CBF, Ednaldo Rodrigues. Além deles, estava no local o mandatário da Conmebol, Alejandro Domínguez.

Infantino prestou condolências à família de Pelé e conversou com o filho do craque, o também ex-jogador Edinho.

Pelé está sendo velado na Vila Belmiro, em cerimônia aberta ao público que durará 24 horas e terminará somente às 10 horas de terça-feira (3). Depois, seu corpo vai ser sepultado no Memorial Necrópole Ecumênica. O evento é restrito a familiares e convidados.

A morte de Pelé

Pelé, morreu nesta quinta-feira (29). O ex-jogador de futebol estava internado em uma das unidades do hospital Albert Einstein, em São Paulo, desde o fim de novembro deste ano para avaliação da terapia quimioterápica do tumor de colón constatado em setembro de 2021 e acabou sendo diagnosticado com infecção respiratória.

Pelé foi diagnosticado com um tumor no cólon no dia 31 agosto de 2021 após ser internado para exames cardiovasculares e laboratoriais de rotina. Ele passou por uma cirurgia no dia 4 de setembro para retirar a lesão encontrada no cólon direito. No dia 17, dois dias após ir para o quarto, ele precisou voltar para a UTI após apresentar breve instabilidade respiratória e passou ao cuidado semi-intensivo na recuperação da operação abdominal.

Em janeiro de 2022, foram diagnosticados outros três tumores: no intestino, um no fígado e o início de um no pulmão. Em fevereiro, ele voltou aos hospital para mais sessões de quimioterapia.

ADEUS AO REI DO FUTEBOL: