Filósofa e ícone do feminismo negro, Angela Davis vem ao Brasil em outubro

Andréa Martinelli
Angela Davis, filósofa, escritora e ícone do movimento negro vem ao Brasil pela 

A filósofa e ativista norte-americana Angela Davis vem ao Brasil em outubro para o lançamento do livro Uma Autobiografia (Boitempo, 2019), em São Paulo e no Rio de Janeiro. Esta será a sétima vez em que a escritora visita o País.

Davis dará a palestra “A liberdade é uma luta constante”, prevista para encerrar a programação do seminário “Democracia em Colapso?”, evento promovido pela editora Boitempo e pelo Sesc São Paulo, entre os dias 15 e 19 de outubro.

A jornalista Adriana Ferreira Silva, editora-executiva da revista Marie Claire Brasil, fará a mediação da conversa com a escritora, no dia 19 de outubro. Depois, no dia 21, Davis fará uma outra palestra no Auditório Ibirapuera, ainda em São Paulo, e encerrará sua vinda ao Brasil no Rio de Janeiro, no dia 23.

Inscrições para o evento em São Paulo começam nos dias 25 de setembro (curso e pacote integral do ciclo) e 9 de outubro (venda de dias avulsos do ciclo de debates) e podem ser feitas pelo site do evento. Ainda não há informações sobre preços e horários.

O evento é promovido em parceria entre Boitempo, Auditório do Ibirapuera, Secretaria Municipal de Cultura de São Paulo, Secretaria Municipal do Meio Ambiente de São Paulo e Itaú Cultural. Todas as atividades contam com a parceria da Fundação Rosa Luxemburgo. 

Em sua visita ao Rio de Janeiro, a escritora receberá a Medalha Tiradentes, uma homenagem da Assembleia Legislativa do Rio de Janeiro (Alerj). A iniciativa é da deputada Renata Souza, 1ª mulher negra no comando da Comissão de Direitos Humanos da Alerj.

A ativista norte-americana Angela Davis (esquerda), em coletiva de imprensa ao lado de outros ativistas nos anos 1980.

Desde os anos 1980 Angela Davis faz constantes visitas ao Brasil. “As pessoas me perguntam: ‘Você já esteve no Rio?’ Não. ‘Você já esteve em São Paulo?’ Não. Mas estive em Salvador e de novo e de novo”, disse, ao iniciar palestra na UFBA (Universidade Federal da Bahia), em 2017, sua última vinda ao País.

Na ocasião, a presença da ativista, que é referência mundial no enfrentamento...

Continue a ler no HuffPost