Fila de carros se forma no Pacaembu para drive-thru da vacina em SP

ISABELA PALHARES
·3 minuto de leitura
SÃO PAULO, SP, 08.02.2021: VACINAÇÃO-COVID-19-SP - Idosos com mais de 90 anos começam a ser vacinados em sistema drive-thru montado na praça Charles Miller, no Pacaembu (zona oeste), nesta segunda-feira. (Foto: Danilo Verpa/Folhapress)
SÃO PAULO, SP, 08.02.2021: VACINAÇÃO-COVID-19-SP - Idosos com mais de 90 anos começam a ser vacinados em sistema drive-thru montado na praça Charles Miller, no Pacaembu (zona oeste), nesta segunda-feira. (Foto: Danilo Verpa/Folhapress)

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - Antes mesmo das 8h desta segunda (8), uma fila de carros se formou no entorno do estádio do Pacaembu, na zona oeste da cidade de São Paulo, onde foi montado um ponto de drive-thru para a vacinação de idosos com mais de 90 anos.

Às 9h, o trânsito no local estava bem intenso, já que os carros de quem aguardava formavam duas filas do lado de fora do estacionamento, travando o fluxo de outros veículos.

Carlota Dias, 92, chegou alguns minutos antes do início da imunização. Ela estava acompanhada da filha de 60 anos.

"Viemos logo cedo porque já queria ter me vacinado antes", conta Dias. Ela esperou por 45 minutos até conseguir receber a vacina.

Ela diz que só vai ficar mais tranquila quando a filha também puder ser imunizada. "Estou feliz, mas tranquilidade mesmo só devo sentir quando minha filha estiver protegida."

O governador João Doria (PSDB) acompanhou na manhã desta segunda o primeiro dia de funcionamento dos drive-thru para vacinação em São Paulo.

Nesta semana, os pontos vão atender apenas idosos com mais de 90 anos. A partir do próximo dia 15, a vacinação será ampliada para pessoas com mais de 85 anos. Ainda não há previsão de quando a aplicação será ampliada para as próximas faixas etárias.

"Temos pressa, queremos vacinar o quanto antes. Por isso, autorizei a compra de 20 de doses adicionais para o estado de São Paulo", disse o governador.

Ele ainda disse que o Brasil precisa comprar vacinas de outros laboratórios para que a imunização no país avance. "Hoje, a cada dez brasileiros vacinados, nove receberam dose do Butantan. Precisamos que as outras vacinas possam chegar com mais velocidade."

A vacinação de pessoas com mais de 90 anos começou na sexta (5) em São Paulo. Só no primeiro dia, mais de um terço da população de idosos dessa faixa foi vacinada.

A prefeitura montou cinco pontos de drive-thru na cidade. O modelo é visto como o de maior potencial para vacinar pessoas dessa idade, já que há idosos com dificuldade de locomoção e as famílias avaliam haver menos risco de contaminação se permanecerem dentro dos carros.

Maria de Lourdes dos Santos, 91 anos, foi de táxi e com uma cuidadora para se vacinar. Ela anda com a ajuda de bengala e preferiu o drive-thru por não ter que descer do carro.

"A cinco quadras da minha casa tem uma unidade de saúde, mas é difícil pra eu ir andando até lá. Aqui fico quietinha dentro do carro, o duro é a espera", disse. Ela chegou no local por volta de 9h e estava no final da fila, que dava voltas dentro do estacionamento do estádio e continuava nas avenidas do entorno.

Segundo a prefeitura, equipes da CET (Companhia de Engenharia de Tráfego) foram alocadas para organizar o trânsito no entorno desses locais de vacinação, que funcionarão de segunda a sexta-feira, das 8h às 17h.

*

Os locais de vacinação em SP:

• Praça Charles Muller - Estádio do Pacaembu (Zona Oeste)

• Neo Química Arena Corinthians (Zona Leste) - (Corinthians)

• Autódromo de Interlagos (Zona Sul) - Rua Jacinto Júlio - Portão 9 KRF

• Centro de Exposições do Anhembi (Zona Norte) - Rua Olavo Fontoura - Portão 38

• Igreja Boas Novas, na Vila Prudente (Zona Leste) - Rua Marechal Malet, 611 - Parque da Vila Prudente