Filha de atriz assassinada em tentativa de assalto lamenta: "Morreu por nada"

Atriz foi assassinada durante tentativa de assalto no RJ - Foto: Reprodução/TV Globo
Atriz foi assassinada durante tentativa de assalto no RJ - Foto: Reprodução/TV Globo
  • Atriz foi assassinada quando voltava de ensaio para peça no Rio de Janeiro

  • Filhos da vítima lamentaram a perda e disseram que a mulher "morreu por nada"

  • Criminosos fugiram sem levar nada depois de balearem a mulher

Filha da atriz assassinada em tentativa de assalto na noite da última quarta-feira (5), no Rio de Janeiro, Jaqueline de Campos não escondeu a dor pela perda de Eliane Lorett de Campos, de 58 anos.

A professora aposentada foi baleada na cabeça quando voltava de um ensaio em Marechal Hermes. Ela chegou a ser resgatada com vida, mas não resistiu ao ferimento. Os bandidos escaparam sem levar nada.

"Foi uma crueldade. Ela perdeu a vida por nada. A minha mãe deu a vida pela educação e agora morrer dessa forma. Hoje, foi a minha mãe, amanhã pode ser a sua, a dele, a de outros e outros. Estamos largados. Infelizmente, estamos à mercê e as pessoas não fazem nada. Não levaram nada. Todo dia vai um. Amanhã, pode ser a sua mãe. A gente chora de tristeza e revolta. Morreu de uma forma brutal", declarou Jaqueline ao jornal Extra.

Câmera flagrou crime

Uma câmera de segurança no local do crime registrou a ação dos bandidos. Eliane dirigia um carro preto quando um dos assaltantes se colocou no meio da rua, com a arma apontada para o veículo.

A vítima chegou a parar o carro, mas depois acelerou, passando ao lado do bandido, que atirou duas vezes. O automóvel seguiu lentamente até subir na calçada e chocar-se contra um muro.

"A minha mãe tinha ido para o teatro como toda semana e fiquei cuidando da minha avó. Elas estavam nessa casa há pouco mais de um mês. O tempo foi passando e, por segurança, liguei e fique sabendo que ela tinha sido alvo de uma tentativa de assalto", comentou Caio de Campos, filho da vítima.