Filha de mulher morta no Alemão rebate fala de Bolsonaro e critica atuação da Polícia: 'Minha mãe é inocente'

  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
Neste artigo:
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.

Filha de Letícia Salles, uma das vítimas de uma operação no Complexo do Alemão na última quinta-feira, dia 21, Jéssica Salles usou as redes sociais para criticar o tom de uma declaração de Jair Bolsonaro. Em entrevista recente, o presidente disse que não ligou para os parentes das vítimas ("Se eu ligar para todo mundo que morre todo o dia, eu estou…", disse) e preferiu não repercutir o caso ("Não vou entrar em detalhe aqui. Não, não, não. Se essa mãe é inocente…").

Repercussão: Bolsonaro diz ter ligado para família de policial morto no Alemão, mas não para demais vítimas

Veja vídeo: Helicóptero da polícia é alvo de disparos durante operação no Complexo do Alemão

"Quero gritar, porque o presidente Bolsonaro coloca, quando questionado por repórteres, um ponto de interrogação sobre a inocência da minha mãe. Minha mãe é inocente. Não há dúvidas sobre isso. Se ele tem alguma dúvida sobre isso, é só pesquisar o histórico de vida dela para depois querer dizer algo sobre a índole dessa grande mulher guerreira. Cadê você, presidente? Sai desse gabinete e venha ter uma conversa conosco, os filhos dessa mulherbrutamente alvejada por despreparo dos seus policiais", escreveu Jéssica no Facebook.

A jovem disse ainda que vai buscar por justiça e espera contato do governador do Rio, Cláudio Castro.

"Nenhum de vocês vão conseguir dormir enquanto não houver justiça pela injustiça cometida pelo seu policiamento. Vocês carregam o sangue derramado de uma inocente. Vou brigar por justiça. Os filhos de Letícias Salles querem esclarecimentos. Ou vocês acham que a vida na política é um parque de diversões? Assumam as responsabilidades de vocês".

Letícia Salles, de 50 anos, foi morta dentro de um carro com um tiro no peito no Complexo do Alemão durante a operação da última quinta-feira. Moradora do Recreio dos Bandeirantes, na Zona Oeste do Rio, ela era mãe de três filhos, que já haviam perdido a avó há menos de uma semana.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos