Carol Portaluppi sofre pressão na internet e desabafa sobre torcida do Flamengo: 'minha saúde mental não tá legal'

  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
·1 min de leitura
Neste artigo:
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.

Filha do técnico do Flamengo, Renato Gaúcho, a influenciadora Carol Portaluppi surpreendeu aos fãs na internet com um vídeo, nesta terça-feira, em que desabafa sobre a perseguição da torcida do Flamengo.

Segundo ela, sua saúde mental não está boa diante de xingamentos e comentários, que coincidem com os pedidos pela saída do treinador do clube.

- To sofrendo uma pressão muito grande na internet, entendo os torcedores de todas as torcidas. Sei como é o meio do futebol, sei como são as coisas. Mas estou me sentindo muito pressionada. O que quer que eu faça. Estou até distante. Bem nítido. Não gostaria de ficar distante. Mas minha saúde mental não tá legal. Sou uma pessoa como qualquer outra. Queria que vocês não confundissem tanto as coisas. E na hora de comentar, pensar. Sei que a gente fala de cabeça quente muitas coisas. Mas tem um ser humano que lê. To pedindo empatia, de verdade. Tem horas que parece que não vai dar mais. Que eu não vou aguentar. É muito exaustivo, cansativo. Muita pressão lidar com tanta gente apontando, falando coisas que machucam. Na maioria das vezes eu não tenho culpa. Tenho sentimentos, e fico muito triste de ver tanta coisa aqui na internet.

Carol chegou a posar com a camisa do Flamengo e se mostrar empolgada com a chegada de Renato ao clube carioca. A proximidade da família, inclusive, foi uma das motivações para aceitar o convite. O treinador recusou o Corinthians justamente por este motivo.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos