Rebeldes e governo chegam a um acordo para saída dos combatentes de Ghouta

Cairo, 1 abr (EFE).- A facção islamita Exército do Islã e a Rússia, aliada do governo da Síria, alcançaram neste domingo um acordo para a retirada dos combatentes daquele grupo, suas famílias e outros civis da cidade de Duma, a principal da região de Ghouta Oriental, segundo informações do Observatório Sírio de Direitos Humanos.

De acordo com o pacto, os evacuados da última cidade que permanece nas mãos dos opositores armados em Ghouta Oriental serão levados para o nordeste da província de Aleppo, no norte da Síria.

Nas últimas semanas, as forças governamentais sírias recuperaram o controle de quase toda Ghouta Oriental, que era considerado o principal reduto opositor nos arredores de Damasco, por meio de uma ofensiva militar e acordos com facções que operam na região. EFE