Filho de candidato que morreu após mal súbito em live é elteito prefeito em Bom Jesus do Itabapoana

Louise Queiroga
·2 minuto de leitura
Foto: Reprodução / Facebook
Foto: Reprodução / Facebook

Um acontecimento às vésperas da eleição municipal mudou da noite para o dia a vida do atual vice-prefeito de Bom Jesus do Itabapoana, no Norte Fluminense, Serginho Cyrillo. O pai dele, Paulo Sérgio Cyrillo, era candidato pelo Republicanos, mas morreu na última quarta-feira, dia 11, após sofrer um mal súbito durante uma live no YouTube. O filho, que já ingressou no meio político, decidiu então entrar na disputa eleitoral em memória do pai, visando a levar adiante suas propostas.

Na véspera do resultado, Serginho manifestou publicamente seu carinho pelo pai e seu objetivo na candidatura repentina:

"Para dar ampla divulgação, eis o meu registro de candidatura. A cada um de vocês que tem abraçado a família 10, deixo aqui registrado o meu muito obrigado. A campanha chegou ao fim. Pai, é por você e por nossa Bom Jesus. A todos os demais candidatos, que Deus esteja com todos vocês e que nossa cidade seja vitoriosa", escreveu ele em sua página do Facebook.

Durante a semana, o vice-prefeito deixou na rede social uma carta pública emocionada ao pai. No texto, ele chama diz que o candidato de 73 anos era "melhor amigo, herói e conselheiro". O velório do político aconteceu na quinta-feira, dia 12, ao lado do Cemitério Municipal.

"Fiz vários planos para minha vida, pai, e em todos o senhor estava presente. 'Promessa é pra ser cumprida'. Prometo ao senhor que levarei esse ensinamento para sempre. Posso nunca esquecer do momento em que você partiu, hoje, em meu colo, mas as lembranças que ficarão serão os seus sorrisos. Eu prometo! Perdão, pai, se não fui o filho que você merecia. Eu tentei, eu me esforcei de verdade! Mas eu falhei. Eu não consegui te proteger... Eu não sei como me despedir. Aliás, para confortar meu coração, permita-me não dizer adeus mas, sim, um até breve", escreveu o filho.

Serginho Cyrillo ainda agradeceu as orações e as mensagens que ele e sua família estão recebendo.

"Aos que gostam de mim, por favor, unam-se em oração. O ser humano se sente inteligente, mas somente Deus sabe de todas as coisas. A vida é um sopro. Esse sopro levou o meu pai e me deixou sem chão. Meu coroa, meu amigo, meu herói, meu pai: até breve. Que Nosso Senhor te receba de braços abertos. Essas lágrimas, um dia, passarão. Vá em paz", disse.

Paulo Sérgio Cyrillo, de 73 anos, concorria à Prefeitura de Bom Jesus do Itabapoana, no Norte Fluminense, pelo partido Republicanos. Segundo sua assessoria de imprensa, era feita naquele momento uma entrevista à Ordem dos Advogados do Brasil (OAB). A live estava disponível através do YouTube.