Filho de Bolsonaro estava em festa clandestina interditada em Goiânia

·1 minuto de leitura
Jair Renan estava em festa de luxo clandestina em Goiânia, interditada pela prefeitura (Foto: Reprodução/ Instagram)
Jair Renan estava em festa de luxo clandestina em Goiânia, interditada pela prefeitura (Foto: Reprodução/ Instagram)

A fiscalização da Prefeitura de Goiânia interditou, na noite de sábado (28), uma festa clandestina com a presença do filho mais novo presidente Jair Bolsonaro, segundo apuração do portal Metrópoles. Jair Renan apareceu, sem máscara, em uma foto publicada nas redes sociais por pessoas que estavam no evento.

A festa, chamada EmOff, reuniu cerca de mil pessoas em um espaço de eventos, localizado na região oeste de Goiânia. O evento teve a venda ingressos pelo WhatsApp e o local só foi divulgado horas antes do início, marcada para as 16h de sábado. A previsão é que durasse até as 8h deste domingo (29).

Leia também:

De acordo com a fiscalização, a festa foi realizada em desacordo com as regras de combate a aglomerações em razão da pandemia da covid-19. As equipes da prefeitura chegaram ao local por volta das 23h e constataram descumprimento das regras sanitárias.

Jair Renan acompanhou seu pai, Jair Bolsonaro, que cumpriu agenda em Goiânia na sexta (27) e no sábado. Durante culto na Assembleia de Deus, ontem, Bolsonaro afirmou que não deseja dar golpe ou causar ruptura, mas que “tudo tem limite”.

“Temos um presidente que não deseja nem provoca rupturas, mas tudo tem um limite em nossa vida. Não podemos continuar convivendo com isso”, disse.

Bolsonaro cogitou três possibilidades para seu futuro: “estar preso, ser morto ou a vitória”.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos