Filho diz que cantora Vanusa segue internada em clínica em SP tratando depressão

Rafael Vanucci, filho da cantora Vanusa, contou nas redes sociais que a mãe continua internada numa clínica em São Paulo tratando de depressão, desde 2018. O desabafo aconteceu em meios às comemorações pelo Dia das Mães, no último domingo.

"Confesso não estar sendo fácil passar este Dia das Mães longe de você. Já passei alguns por conta da distância e muitas vezes por você estava fazendo shows. Mas este, não poder te ver por que você está internada e isolada por conta de um vírus me causa uma impotência muito grande. Até por que, não sei se terei outro Dia das Mães ao seu lado. Mas você me ensinou a ser forte", escreveu ele.

Em agosto de 2017, a cantora, de 72 anos, foi internada numa clínica psiquiátrica no interior de São Paulo. De acordo com Rafael, naquela ocasião, ela foi tratar um vício em calmantes que usa para combater uma depressão severa. Na época, em um comunicado semelhante divulgado em suas redes sociais, Rafael conta que a mãe ia ficar pelo menos seis meses no local, para onde ela voltou logo depois.

Em entrevista ao EXTRA, em outubro do ano passado, Rafael contou que os médicos trabalhavam com a hipótese de Mal Alzheimer."Ela continua internada, fazendo tratamento para depressão, e os médicos vão pedir uma bateria de exame, porque há uma suspeita que ela possa estar com Alzheimer. Pode ter algum indício muito pequeno ou não ter, mas a gente está achando que tem", informou ele na ocasião.

Segundo o filho, Vanusa chegou a ter alta algumas vezes da clínica, mas sempre piorava e tinha que seguir o tratamento internada. Ele conta que a mãe chegou a perder 30 kg e que a luta é para que a cantora recupere 1,8 kg por dia.

"Ela está muito debilitada porque emagreceu 30kg. Então, todo o tratamento que é feito com ela, é feito muito devagar, com calma, porque ela está bem magrinha, com 72 anos e debilitada. Cada quilo que ela conquista, para a gente é uma vitória. A gente faz o tratamento bem devagar. Não podemos dar remédio na quantidade que o médico queria por conta do pouco peso e da idade avançada", explicou.