Filhos de vereador de Caxias, alvo de operação da polícia, são presos por furto de energia

Rafael Nascimento de Souza
·1 minuto de leitura
Fernando (E) e Alexsandro Rosa, filhos do vereador de Caxias Alex Rosa, foram presos por furto de energia

RIO — A Delegacia de Defesa dos Serviços Delegados (DDSD) prendeu em flagrante, na manhã desta quinta-feira, dia 6, dois filhos do vereador de Duque de Caxias e ex-policial militar Alexsandro Mendonça Rosa, o Alex Rosa (PSL), alvo de uma operação da polícia sobre fraude em combustíveis. Fernando Rosa, de 22 anos, e Alexsandro Rosa, de 21, foram detidos por furto de energia em uma academia e uma galeteria, localizadas no mesmo prédio em Jardim Primavera, bairro do município da Baixada Fluminense.

Um dos 13 mandados de busca e apreensão foi nos dois estabelecimentos do parlamentar. No momento da descoberta do “gato” de energia, ambos os comércios se preparavam para abrir. Nos locais, os investigadores encontram documentos que ligaram os filhos do vereador aos estabelecimentos. Ambos foram detidos e levados para a Cidade da Polícia, no Jacaré, na Zona Norte do Rio.

Segundo os filhos do parlamentar, eles são proprietários de ambos os comércios há pelo menos três anos. A Polícia Civil vai arbitrar uma fiança de R$ 2,4 mil para cada um. Na manhã desta quinta-feira a Polícia Civil fez uma operação contra o parlamentar. Ele é investigado como sendo chefe de um esquema criminoso de furto de combustíveis em Caxias, na Baixada Fluminense, desde 2007.

Os investigadores estiveram na casa de Rosa, no bairro Parque Uruguaiana, e também no seu gabinete na Câmara Municipal dos Vereadores, localizado no Jardim Vinte e Cinco de Agosto. Os policiais civis também cumpriram mandados de busca e apreensão em outros nove endereços ligados a ele. Postos de gasolina do ex-PM em Itaboraí, na Região Metropolitana, e em Cascadura, na Zona Norte do Rio, são alvos da ação.