Filipinas detectam variante brasileira do coronavírus

·1 minuto de leitura

MANILA (Reuters) - As Filipinas relataram no sábado um aumento nas infecções por coronavírus e seu primeiro caso da variante altamente contagiosa identificada pela primeira vez no Brasil, enquanto confirmou quase 100 infecções de uma nova variante descoberta localmente.

Um filipino que voltou do Brasil testou positivo para a variante P.1, do Brasil, depois que 752 amostras foram sequenciadas no centro de genoma, disse o Ministério da Saúde das Filipinas em comunicado.

O ministério também relatou que 98 casos são da variante semelhante P.3, detectada pela primeira vez no país no início deste mês.

O ministério relatou 5 mil novos casos de coronavírus nas Filipnas, o maior aumento em um único dia em mais de seis meses e 72 mortes adicionais. Os casos confirmados aumentaram para 616.611, enquanto as mortes confirmadas chegaram a 12.766.

"No momento, a P3 não é identificado como uma variante de preocupação, pois os dados atualmente disponíveis são insuficientes para concluir se a variante terá implicações significativas para a saúde pública", disse o ministério.

A pasta também registrou 59 novas infecções da variante B.1.1.7, detectada pela primeira vez na Grã-Bretanha, e 32 casos da variante B.1.351, descoberta na África do Sul. Isso traz os casos dessas variantes para 177 e 90, respectivamente.

“A adesão correta e consistente aos padrões mínimos de saúde pública evitará a transmissão dessas variantes”, disse o ministério.

As Filipinas, que têm o segundo maior número de casos e mortes por Covid-19 do sudeste da Ásia. O país iniciou campanha de vacinação em 1 de março.

(Por Neil Jerome Morales)