Filme brasileiro sobre mulher trans que sonha em casar na igreja é selecionado para Festival de Munique

“Paloma”, mais novo filme do diretor Marcelo Gomes (“Cinema, aspirinas e urubus”), foi selecionado para o Festival Internacional de Cinema de Munique, que acontece entre os dias 23 de junho e 02 de julho.

‘The lady of heaven’: filme é alvo de protestos e ameaças no Reino Unido por retratar profeta Maomé

Joelma: cantora é internada após diagnóstico de esofagite, gastrite e edema

Baseado em uma história real, o longa conta a vida de Paloma (Kika Sena), uma mulher trans que vive no sertão de Pernambuco e sonha em se casar na igreja com o namorado Zé (Ridson Reis).

“Há mais de dez anos eu li uma matéria no jornal sobre Paloma, uma mulher transgênero, agricultora, do agreste de Pernambuco, que lutou contra toda uma cidade para realizar o seu sonho de casar na igreja de vestido branco, véu e grinalda. Aquela história me emocionou. Trazia tantos significados: amor, preconceito, afeto, fé, direito ao sonho e à liberdade. Decidi transformar então em um filme”, contou o diretor em seu perfil no Instagram.

O filme tem previsão de lançamento nos cinemas brasileiros no segundo semestre.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos