Filme sobre a polêmica morte da ativista trans Marsha P. Johnson está prestes a chegar à Netflix

Amauri Terto

A Netflix divulgou nesta terça-feira (12) o trailer The Death and Life of Marsha P. Johnson.

Destaque no Festival de Cinema de Tribeca deste ano, o documentário apresenta um novo olhar sobre a polêmica morte de Marsha P. Johnson, performer e ativista trans que ficou conhecida como a "Rosa Parks do movimento LGBT".

Pioneira na luta pelos direitos da comunidade LGBT nos EUA, Marsha foi uma das personalidades que impulsionaram a Revolta de Stonewall em 28 junho de 1969 – evento que deu origem ao Dia do Orgulho LGBT.

Ao lado de Sylvia Rivera, outra grande ativista trans da história do movimento LGBT, Marsha fundou em 1970 a S.T.A.R House (Brigada Revolucionária das Travestis de Rua), um espaço de acolhimento para jovens trans em situação de risco.

Em julho de 1992, ela foi encontrada morta no rio Hudson, em Nova York.

Na época, a polícia concluiu que o caso se tratava de um suicídio. Companheiros de ativismo e pessoas próximas a Marsha, no entanto, nunca acreditaram nessa versão.

Vinte e cinco anos depois, o filme dirigido por David France apresenta novas informações sobre o caso.

No trailer é possível ver Victoria Cruz, amiga Marsha, em uma difícil cruzada para investigar o crime - que revela também os desafios que a ativista enfrentou durante sua breve e intensa trajetória.

Assista ao trailer:

The Death and Life of Marsha P. Johnson chega ao serviço de streaming no dia 8 de outubro.

LEIA MAIS:

- Conheça a InfoPreta: Primeira e única empresa de tecnologia criada por mulheres negras e LGBTs

- Pabllo Vittar. 'Corpo Sensual'. E o burburinho sobre a cena da camisinha