'Fim da pandemia está à vista', diz OMS

Diretor-geral da OMS, Tedros Adhanom Ghebreyesus (Foto: JACK GUEZ/AFP via Getty Images)
Diretor-geral da OMS, Tedros Adhanom Ghebreyesus (Foto: JACK GUEZ/AFP via Getty Images)

O diretor-geral da OMS (Organização Mundial da Saúde), Tedros Adhanom Ghebreyesus, disse nesta quarta-feira (14) que o fim da pandemia de covid-19 “está à vista”.

De acordo com ele, informou o portal Poder 360, o número de mortes pela doença foi o menor desde março de 2020. “Nunca estivemos em melhor posição para acabar com a pandemia”, falou ele.

Mas, de acordo com Tedros, é preciso ainda manter as medidas vigentes contra a propagação do vírus.

“Se não aproveitarmos esta oportunidade agora, corremos o risco de mais variantes, mais mortes, mais interrupções e mais incertezas”, seguiu ele em entrevista a jornalistas.

O diretor-geral da organização também elencou seis medidas de políticas públicas que “todos os governos devem tomar agora para terminar a corrida”. Veja:

  1. Investir na vacinação de 100% dos grupos de maior risco, incluindo profissionais da saúde e idosos;

  2. Manter testes e sequenciamento para o vírus, integrar serviços de vigilância e testes de outras doenças respiratórias;

  3. Fornecer cuidados adequados aos pacientes e integrar os cuidados com a covid-19 nos sistemas básicos de saúde;

  4. Certificar que há suprimentos, equipamentos e profissionais de saúde necessários;

  5. Manter as precauções de prevenção e controle de infecções para proteger os profissionais de saúde e pacientes não positivados nas unidade.

  6. Treinar e profissionais de saúde para identificar e lidar com a desinformação e desenvolvimento de informações de saúde de alta qualidade em formatos digitais.