Gol e Uno saem de linha e marcam fim dos 'carros populares'

·2 min de leitura
Taxi vermelho Uno nas ruas de Marrocos
Taxi vermelho Uno nas ruas de Marrocos
  • Após 40 anos de mercado, modelos devem ter sua produção descontinuada até 2023

  • Motivo são as atualizações de segurança e de eficiência energética exigidas pelas legislações

  • Novos modelos devem ser mais caros, mas também melhores e mais seguros

Com as novas legislações, que exigem das montadoras de automóveis maior eficiência energética e melhorias de segurança, os tradicionais Fiat Uno e Volkswagen Gol podem desaparecer do mercado. As informações são do Estadão.

Os dois modelos tem mais de quarenta anos no mercado, representando quase 13 milhões de automóveis vendidos nesse tempo, reunindo milhares de fãs no processo.

Infelizmente, esses modelos estão tecnologicamente obsoletos, tanto que não têm capacidade para serem atualizados com as mais novas tecnologias.

Para o próximo ano, a legislação exige uma menor emissão de poluentes para todos os novos carros produzidos em território nacional. Em 2024, o controle eletrônico de estabilidade (ESP), deverá sair de fábrica já instalado nos veículos. O sistema ajuda o motorista a manter o controle em curvas ou desvios de trajetória enquanto pressiona os freios.

Em 2013 a Kombi, da Volkswagen, teve de ser aposentada por esses mesmos motivos. Na época o modelo ainda era a perua mais vendida no Brasil.

O Gol, ainda um dos carros mais vendidos da marca, tem sua aposentadoria programada para o fim de 2022. Já a Fiat ainda não confirmou quando o Uno deve sair de produção, mas os especialistas dizem que isso pode acontecer ainda este ano.

Leia também:

As substituições

Enquanto os modelos populares chegam a seu fim, seus substitutos, "carros de entrada", já tem nome e época para estrear.

O Gol será substituído pelo Polo Track, uma versão um tanto mais despojada do Gol. Seu preço, no entanto, será mais caro. O Gol mais barato hoje custa cerca de R$ 67,8 mil. Já o Polo Track terá um preço maior de R$ 70 mil.

O substituto do Uno, por sua vez, já está no mercado há um tempo. É o Fiat Mobi, que já vendeu mais de 62 mil unidades.

Futuro dos carros populares

Com o fim da produção do Gol e do Uno, restarão apenas dois modelos que podem ser chamados de carros de entrada, o Mobi e o Renault Kwid.

Os modelos futuros todos serão tecnologicamente superiores aos que havia anteriormente, e portanto, mais caros.

Com informações do Estadão.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos