Fim das sanções é prioridade para Irã na negociação nuclear

·2 min de leitura
Ministro iraniano das Relações Exteriores, Hossein Amir-Abdollahian (AFP/ANWAR AMRO)

Acabar com as sanções americanas é a prioridade para o Irã - afirmou seu ministro das Relações Exteriores, Hossein Amir-Abdollahian, nesta segunda-feira (27), poucas horas antes da retomada, em Viena, da 8ª rodada de negociações sobre o programa nuclear iraniano.

As delegações fizeram uma pausa na semana passada, após vários dias de negociações "duras e intensas", de acordo com Teerã, mas onde houve progresso em questões técnicas.

"Hoje se abre um novo ciclo de negociações. A questão das garantias e a verificação" do levantamento das sanções americanas, se Washington voltar ao acordo, "estão na ordem do dia", disse o ministro, citado pela agência oficial de notícias IRNA.

"O mais importante para nós é chegar a um ponto em que possamos verificar que o petróleo iraniano é vendido facilmente e sem limites, que o dinheiro do petróleo chegue às contas bancárias iranianas em moeda estrangeira e que possamos nos beneficiar de todas as receitas nos diferentes cenários econômicos", acrescentou Amir-Abdollahian.

O porta-voz da diplomacia iraniana, Said Khatibzadeh, aconselhou "todos os participantes das negociações a virem a Viena com a vontade de chegar a um bom acordo", já que o Irã se recusa a "perder tempo e energia".

As delegações do Irã e dos países-membros do acordo de 2015 (Rússia, China, Grã-Bretanha, França e Alemanha) se reunirão às 17h GMT (14h em Brasília), segundo uma fonte próxima ao caso. Os Estados Unidos participam de forma indireta.

O acordo dava a Teerã o levantamento de parte das sanções que sufocam sua economia em troca de uma redução drástica de seu programa nuclear, sob estrito controle da ONU.

O pacto de 2015 se desfez após a retirada unilateral de Washington em 2018 sob o governo de Donald Trump.

Em resposta ao restabelecimento das sanções, o Irã foi-se isentando gradualmente das limitações impostas a seu programa nuclear. Teerã nega qualquer intenção de desenvolver uma arma atômica.

kam/hj/bk/grp/eg/tt

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos