Fim do Internet Explorer afeta quase 50% dos computadores empresariais

Levantamento investigou mais de 9 milhões de dispositivos com Internet Explorer
Levantamento investigou mais de 9 milhões de dispositivos com Internet Explorer

(Costfoto/Future Publishing via Getty Images)

  • Internet Explorer chega ao fim hoje (15);

  • Mudança impacta cerca de 47% dos computadores empresariais;

  • Quase metade terá que ser atualizada para o Microsoft Edge.

O Internet Explorer teve seu derradeiro fim marcado para esta quarta-feira (15), mas uma pesquisa aponta que nem todos os usuários terão facilidade de se acostumar com a ‘morte’ do clássico navegador da Microsoft: segundo a empresa de análise Lansweeper, cerca de 47% dos computadores com Windows 10 usados por empresas serão afetados pela mudança.

O levantamento investigou mais de 9 milhões de dispositivos em 33 mil organizações diferentes. Quase metade deles terá que ser atualizada para o Microsoft Edge, apontado pela empresa como o substituto do Explorer.

Entretanto, boa parte não está pronta para isso, já que 79% dos PCs estudados não usam a versão do Windows 10 e apenas 21% possuem a atualização mais recente do sistema operacional, a 21H2. Com relação à versão anterior, 21H1, 8,06% a utilizam.

Em contrapartida, quase 30% ainda prefere a versão 2004 do Windows. Vale lembrar, no entanto, que os dados não garantem o uso dessas versões no dia a dia, já que os computadores analisados poder ter como navegador principal o Google Chrome ou Microsoft Edge.

Adeus ao Explorer

A companhia anunciou o fim do suporte ao navegador no ano passado, quando indicou que o aplicativo de desktop do navegador não seria mais compatível com determinadas versões do Windows 10.

Segundo a Microsoft, a retirada do suporte não afetará os aplicativos de navegador baseados em servidor ou o Windows 10 Long-Term Servicing Channel (LTSC), nem afetará o mecanismo Trident MSHTML

Quando oficializou o fim do serviço, a Microsoft explicou que o Edge não só oferece maior segurança e é mais moderno que seu antecessor como também garante maior compatibilidade com sites mais velhos e aplicativos.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos