Finalista de 'Mestre do sabor' quer entrar no 'BBB' e virar artista: veja planos dos concorrentes

·3 minuto de leitura

Ao longo de 11 episódios, o “Mestre do sabor” quase nos fez, mesmo a distância, sentir o aroma e o gosto de pratos com ingredientes familiares e algumas vezes não tão comuns, mas sempre de dar água na boca. E na próxima quinta-feira tem campeão saindo do forno! A final da terceira temporada do programa será ao vivo na Globo, após “Império”, com quatro finalistas: o pernambucano Cadu Moura e o paulista Danilo Takigawa, do time Leo Paixão, e o mineiro Pedro Barbosa e o carioca Rodrigo Guimarães, do time Rafa Costa e Silva.

Entre os 18 chefs que entraram na competição, o quarteto finalista se destacou em diversas provas, testou a ansiedade e o nervosismo em outras e, agora, só um deles vai conquistar o prêmio de R$ 250 mil, além do título de Mestre do Sabor. Com trajetórias, experiências e vidas diferentes, todos eles também têm coisas em comum: o talento, a paixão pela gastronomia e o amor pela arte de cozinhar. Veja o que cada um espera dessa final e escolha seu favorito.

Cadu Moura: chef planeja ser artista e entrar para o 'BBB'

“Participar de um reality sempre foi meu sonho. Entrei na Gastronomia porque juntava duas coisas que eu amo: comer e surpreender as pessoas, inovando e causando! Eu não acreditava em mim, tinha medo, mas foram passando as provas, fui me destacando e, agora, tenho a certeza de que sou capaz e consigo fazer o que quiser. Se eu ganhar, penso em realizar o sonho da minha mãe, que é ir a Gramado no Natal. Quero também investir na minha carreira. Sempre quis ser artista e tenho essa plataforma que está me expondo. Então, desejo aproveitar o máximo para aparecer depois do programa. Quero tudo! Minha esperança é vencer, ficar famoso, e Boninho me convidar para o camarote do ‘BBB’”.

Danilo Takigawa: paulista quer investir no próprio restaurante

“Eu estou ansiosíssimo! Quando começo a fazer a prova, é mais tranquilo. O problema é chegar até o dia. Fico revisando tudo quanto é tipo de possibilidade na minha cabeça, penso em ideias, o que posso usar ou adaptar. O grande porquê de eu ter entrado no ‘Mestre do sabor’ é o meu primeiro restaurante, que vou abrir em agosto, em Curitiba, o Asu. Uma parte do prêmio, caso eu ganhe, seria para capitalizar bem a empresa e não começar sufocado. Um de meus maiores desafios durante o programa foi a questão da exposição. Estou me adaptando às mídias sociais, mas tudo encaixou no momento perfeito”.

Pedro Barbosa: mineiro sonha com menos machismo

“Quero fazer pratos que sejam gostosos a ponto de a pessoa levar para o lado afetivo, mas que, ao mesmo tempo, sejam simples. O programa é uma experiência única na minha vida. Estou recebendo carinho de várias pessoas que me mandam mensagem, dizendo que incentivo os filhos a cozinhar ou que estou representando bem Paracatu (MG), minha cidade, fazendo comida ‘raiz’. Acho que superei as minhas expectativas. Quero comprar um apartamento para mim e investir na minha carreira. Eu me descobri um confeiteiro. E torço para que as cozinhas sejam menos machistas. Temos que mostrar que todo mundo pode fazer o que quiser!”.

Rodrigo Guimarães: humildade na cozinha e na vida

“Depois da pandemia, resolvi largar meu trabalho e senti a necessidade de chegar até os meus clientes de uma outra forma, deixar com que as pessoas conhecessem meu trabalho. Casou muito bem com o convite inesperado de participar do reality, e foi demais. No Instagram, eu tinha seis mil seguidores, agora tenho 28 mil. Se eu conseguir ganhar, vou ampliar o meu negócio, o delivery At Home. Sou cozinheiro há 16 anos e sempre aprendi muito. Ali na competição, algo que temos que levar em consideração é lidar com as pessoas. Conheci outros chefs que são muito bons e fiz grandes amizades. Temos que levar a humildade para a cozinha e para a vida”.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos