Finlândia aprova lei para fortalecer segurança na fronteira com a Rússia

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - O Parlamento da Finlândia votou nesta quinta-feira (7) a favor de legislação que fortalece a proteção da fronteira com a Rússia. A aprovação ocorre em um momento em que os finlandeses iniciam seu processo de adesão à Otan, a aliança militar ocidental, após romper décadas de neutralidade.

Em meio ao temor de que Moscou possa utilizar imigrantes para pressionar o país, a emenda à legislação permite que a Finlândia encerre a concessão de asilo requerido em casos de circunstâncias excepcionais. A medida foi aprovada com maioria esmagadora, o que permite uma tramitação mais célere no Parlamento.

Além disso, a lei facilitará a construção de barreiras mais robustas ao longo dos 1.300 km que separam as nações vizinhas —atualmente, a fronteira é delineada por cercas de madeira leve, que impedem o gado de atravessar para o lado errado.

A alteração tem como objetivo "melhorar a capacidade operacional da guarda de fronteira para responder às ameaças híbridas", disse Anne Ihanus, conselheira do ministério do Interior, à agência de notícias AFP. Ela acrescentou, no entanto, que "a Guerra da Ucrânia provocou a urgência do tema".