Fintech Educbank recebe R$200 mi em rodada liderada por Vasta e fundo Marrakech

SÃO PAULO (Reuters) - A fintech focada em escolas do ensino básico Educbank anunciou nesta terça-feira que recebeu um aporte de 200 milhões de reais, em operação liderada pelo grupo de educação Vasta e pelo fundo Marrakech Capital, que já era investidor na companhia.

O negócio foi criado em 2021 por Danilo Costa, quando era dono de uma rede de escolas e percebeu problemas como falta de acesso a capital e inadimplência. Ele decidiu então criar uma plataforma capaz de garantir a adimplência das mensalidades.

A fintech garante o recebimento integral das mensalidades, mesmo em caso de inadimplência das famílias, além de prover serviços de meios de pagamento, softwares de gestão escolar, contabilidade e marketing.

Nos próximos 12 meses, o Educbank estima transacionar mais de 1 bilhão de reais em pagamentos escolares.

(Por Aluísio Alves)

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos