Fiocruz distribui kits de diagnóstico rápido do coronavírus; veja as principais notícias do dia

RIO — A Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz) iniciou, nesta quarta-feira, a distribuição para a rede de laboratórios públicos de todo do país de kits para diagnóstico do novo coronavírus. A primeira fase da produção inclui insumos para a realização de 30 mil testes diagnósticos. Com capacidade de revelar o resultado em cerca de seis horas, a descentralização dos exames dará mais rapidez ao combate à doença.

Os kits foram desenvolvidos pelos Institutos de Tecnologia em Imunobiológicos (Bio-Manguinhos/Fiocruz) e de Biologia Molecular do Paraná (IBMP).

Confira os principais destaques do dia:

A Itália decidiu nesta quarta-feira fechar todas as escolas e universidades a partir de amanhã até a metade deste mês para enfrentar a epidemia do novo coronavírus. A decisão foi tomada durante um conselho de ministros em Roma pelo primeiro-ministro Giuseppe Conte.

Até o momento, apenas as escolas do Norte da Itália tiveram as atividades interrompidas. Além da intervenção no calendário escolar, as autoridades de Saúde italianas planejam estabelecer novas zonas de quarentenas no país, onde 80 pessoas já morreram em decorrência da Covid-19.

O surto de coronavírus continua afetando os eventos esportivos pelo mundo. Alguns deles diretamente relacionados com os Jogos Olímpicos e Paralímpicos de Tóquio, como o evento-teste de rúgbi e o pré-olímpico de basquete 3x3. Nesta quarta-feira, mais um evento-teste foi cancelado. A Federação Japonesa de Rúgbi informou que a competição programada para abril foi cancelado até segunda ordem.

No início da quarta-feira, o governo japonês e os organizadores dos Jogos reiteraram que os planos para sediar as Olimpíadas de Tóquio continuam nos trilhos.

Após a divulgação do resultado do pelo IBGE na manhã desta quarta-feira e diante dos impactos do surto de para a economia mundial, bancos já revisam para baixo sua projeção para o crescimento do Brasil este ano.

O Ministério da Saúde do Irã anunciou nesta quarta-feira que o número de mortos por Covid-19 no país subiu para 92. Nas últimas 24 horas, 586 novos contágios foram contabilizados pelo governo, totalizando 2.922 desde o início do surto no país.

O presidente iraniano, Hassan Rouhani, reconheceu que o novo coronavírus atingiu quase todas as províncias persas. O primeiro vice-presidente, Eshaq Jahangiri, contraiu Covid-19, segundo um site iraniano.

Diplomatas estrangeiros estão aliviados após cumprir quarentena recorde de um mês na Coreia do Norte. Até o momento, o país asiático não confirmou nenhum caso de coronavírus. Mas a Coreia é altamente suscetível a um surto, devido à sua proximidade com a China e à capacidade médica limitada. Nenhum outro país realizou quarentena por conta do coronavírus com tantos dias assim.

O Museu do Louvre em Paris, fechado desde domingo pelos funcionários devido ao temor do contágio do novo coronavírus, reabriu as portas nesta quarta-feira, anunciou a direção da instituição em um comunicado.

As vendas de carros na China caíram 80% em fevereiro, segundo números preliminares da Associação de Carros de Passageiros da China (PCA) divulgados nesta quarta-feira. É a maior queda mensal registrada até o momento no país asiático, já que o coronavírus mantinha os compradores afastados das concessionárias, intensificando a pressão sobre as montadoras que já enfrentavam uma queda sem precedentes antes da epidemia.

A Amazon anunciou que um funcionário que atua em uma unidade da empresa nos Estados Unidos testou positivo para o coronavírus. A empresa disse no último domingo que dois funcionários em Milão, na Itália, foram infectados pelo vírus e estão em quarentena.