Fiocruz mostra evolução da ocupação de leitos de UTI para Covid-19 no Brasil; apenas SE tem nível de alerta baixo

Redação Notícias
·1 minuto de leitura
(Foto: Observatório Covid/FioCruz)
(Foto: Observatório Covid/FioCruz)

A Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz) divulgou nesta sexta-feira (5) uma série de mapas que mostram o agravamento da pandemia do coronavírus no Brasil.

Ao olhar o gráfico, é possível observar que para representar o atual momento do país é preciso colorir quase todo o mapa de vermelho, a pior cor na classificação — as cores (verde, amarelo e vermelho) equivalem a situação de cada estado.

Leia também

"Observar na sequência de 17 mapas, mesmo no período entre a segunda metade de julho e o mês de agosto, quando foram registrados os maiores números de casos e óbitos, não tivemos um cenário como o atual, com a maioria dos estados e Distrito Federal na zona de alerta crítica", diz trecho do novo documento.

A série histórica de mapas evidencia que a ocupação de leitos de UTI para Covid-19 em todos os Estados e Distrito Federal vem crescendo nas últimas semanas e levando alguns lugares ao colapso hospitalar.

Em 1º de março de 2021, apenas o Sergipe está no nível de alerta baixo. Outros sete Estados estão em alerta médio e todos os outros em nível crítico de alerta.

Desde julho de 2020, o Observatório Covid-19 tem publicado boletins quinzenais sobre a doença e apresenta dados sobre Síndrome Respiratória Aguda Grave (SRAG), casos e óbitos por Covid-19 e taxa de ocupação de leitos de UTI para adultos no Sistema Único de Saúde (SUS).