Fiscalização encerra festa com 120 pessoas em Jandira, na Grande SP

·1 minuto de leitura

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - A força-tarefa de órgãos do governo estadual para combate a baladas irregulares realizadas durante a pandemia flagrou uma festa clandestina com cerca de 120 pessoas na noite desta terça-feira em um bar de Jandira (Grande São Paulo). Segundo a SSP (Secretaria da Segurança Pública), agentes do Garra (Grupo Armado de Repressão a Roubos e Assaltos) e do Dope (Departamento de Operações Policiais Estratégicas) foram até o local em apoio aos fiscais do Procon e da Vigilância Sanitária. Além da aglomeração e de não usar máscaras, várias pessoas foram flagradas compartilhando narguilé (cachimbo de água, originário do oriente, usado para fumar tabaco). Os agentes encontraram no local nove máquinas de caça-níqueis, equipamentos proibidos no Brasil desde o início dos anos 2000. Foram detidos três funcionários por infração de medida sanitária preventiva e práticas de jogo de azar, segundo a SSP. Só no último fim de semana, entre os dias 17 e 18 de abril, a Polícia Militar flagrou 607 pontos de aglomeração em todo o estado de São Paulo. Além disso, foram vistoriados 42 mil veículos e 97 pessoas foram presas. A maior parte delas (59) eram procuradas pela Justiça. Qualquer pessoa pode denunciar festas clandestinas e funcionamento irregular de serviços não essenciais, inclusive dentro de condomínios residenciais. Para isso, basta ligar para 0800-771-3541 ou acessar o site www.procon.sp.gov.br Ainda é possível encaminhar uma denúncia pelo e-mail secretarias@cvs.saude.sp.gov.br, do Centro de Vigilância Sanitária.