Fiuk chora em primeira briga do 'BBB21' e é defendido por Cleo: "Não foi para fazer cena"

Redação Vida e Estilo
·2 minuto de leitura

Após Fiuk chorar durante a primeira briga do ‘BBB21’, Cleo publicou uma série de stories defendendo a postura do irmão e explicando que ele sempre foi chorão e nunca usaria essa emoção para causar uma cena na casa.

Baixe o app do Yahoo Mail em menos de 1 min e receba todos os seus emails em 1 só lugar

Siga o Yahoo Vida e Estilo no Google News

A briga aconteceu após Lumena explicar aos brothers porque o ato de eles usarem maquiagem e se vestirem de mulheres era problemático diante da comunidade LGBTQIA+. A ativista afirmou que eles poderiam ofender pessoas trans, por exemplo, e alertou para a necessidade de uma discussão sobre o tema. Caio não gostou da reprimenda, mas Fiuk aceitou a crítica, chorou e pediu desculpas.

“Infelizmente, quem causa isso tudo – que é uma responsabilidade que você tem que assumir – são os homens brancos privilegiados, que vão atrás, que batem, que impõem. Mas a gente precisa ouvir. A gente tem que entender a dor de todo mundo e escutar. A gente precisa entender nosso lugar de fala: a gente é homem, branco, hetero, privilegiadasso. Tô me sentindo muito mal de ter participado disso. Do fundo do meu coração, me desculpa por isso, Lu”, disse Fiuk.

Leia também

Cleo concordou com Lumena sobre a problematização, e explicou a importância de dar voz a comunidades oprimidas. “É muito importante esse diálogo e o que a Lumena está falando. Ela sentiu algo que faz total sentido e problematizou, errada não está. É sobre isso, poder falar sobre coisas que foram motivos de opressão por muito tempo. Achei que foi muito válido, pareceu um desabafo de uma pessoa que vive perto dessa realidade. Ela convive com pessoas trans que ela ama e isso machuca ela. Finalmente podemos ter esse diálogo sobre temas que antes não rolavam”, opinou Cleo.

A irmã de Fiuk explicou que ele sempre foi muito sensível, e que deve ter se sentido genuinamente mal pela atitude. “O Felipe ele chora, mesmo, por tudo. Então não é pra fazer cena, ele falou de forma intensa, que é a maneira dele. Ele falou bem como um homem branco, cis, hetero e privilegiado, dizendo que isso não era sobre ele”.

Assine agora a newsletter Yahoo em 3 Minutos

Siga o Yahoo Vida e Estilo no Instagram, Facebook, Twitter e YouTube