Flávio Bolsonaro afirma que presidente não citou líder do governo em conversa sobre irregularidades com Covaxin

·1 minuto de leitura
*ARQUIVO* BRASILIA, DF,  BRASIL,  01-06-2021 - O senador Flávio Bolsonaro. (Foto: Pedro Ladeira/Folhapress)
*ARQUIVO* BRASILIA, DF, BRASIL, 01-06-2021 - O senador Flávio Bolsonaro. (Foto: Pedro Ladeira/Folhapress)

BRASÍLIA, DF (FOLHAPRESS) - Antes de chegar para a sessão da CPI da Covid, o senador Flávio Bolsonaro (Patriotas-RJ) afirmou que o presidente Jair Bolsonaro não rebate as acusações do deputado federal Luís Miranda (DEM-DF) por não querer dar "visibilidade" ao assunto.

Flávio disse que não estava no encontro, portanto não poderia dar mais detalhes. Mas acredita que o presidente não citou o líder do governo, o deputado federal Ricardo Barros (PP-PR).

Luís Miranda afirmou à CPI que levou denúncias envolvendo irregularidades na Covaxin ao presidente e que ele teria dito que seria "coisa daquele deputado", em referência a Barros.

"Isso não posso falar, mas que eu saiba o presidente não teria falado isso [ sobre a participação de Barros]. Quem pode falar sobre isso é ele [ o presidente]", disse.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos