Flamengo 'alternativo' tem última chance para mostrar serviço diante do Boavista; Gabigol retorna

Marcello Neves
·1 minuto de leitura

Assim que a bola rolar hoje, no Estádio Elcyr Resende, em Saquarema, o “elenco alternativo” do Flamengo estará ciente de que serão os últimos minutos para mostrar serviço neste início de temporada. Claro que os jogadores poderão ter oportunidades ao longo de 2021, mas a partida contra o Boavista, às 21h05, pelo Campeonato Estadual, será uma espécie de substituição para a entrada dos principais titulares do técnico Rogério Ceni.

A principal prova disso é Gabigol, que pediu para voltar antes do tempo e entrará no lugar de Pedro, lesionado. Com isso, o camisa 9 “tomou” o lugar de Rodrigo Muniz, artilheiro da competição, com cinco gols.

Rodrigo Muniz, entretanto, não é o único que precisa se preocupar. Os dois companheiros de Gabigol no ataque rubro-negro, Vitinho e Michael, que iniciaram a temporada antes dos demais jogadores do elenco principal, ainda não engrenaram. A avaliação sobre a dupla é ruim. Não estão conseguindo ter boas atuações no Campeonato Estadual, mesmo contra adversários de nível bem inferior.

Por outro lado, o lateral-direito Matheuzinho, o zagueiro Bruno Viana e os volantes João Gomes e Hugo Moura — além, claro, de Rodrigo Muniz — aproveitaram bem o tempo e devem ganhar espaço com Rogério Ceni quando o elenco principal retornar.

Com 12 pontos no Estadual, o Flamengo é o segundo, mas poderá ultrapassar o líder Volta Redonda, que tem 13, e já jogou na rodada.