Flamengo ameaça ida ao STJD se Botafogo não retirar faixa do Nilton Santos

·1 minuto de leitura
Foto: Divulgação

Antes de a bola rolar para o clássico entre Botafogo e Flamengo, neste sábado, uma faixa com o dizer "aqui nós prezamos pela vida foi estendida nas arquibancas do Estádio Nilton Santos. O ato, obviamente, não agradou ao lado rubro-negro.

Nas redes sociais, o vice-presidente jurídico do Flamengo, Rodrigo Dunshee, ameaçou ir ao Superior Tribunal de Justiça Desportiva se o Botafogo não retirar a faixa do local.

"Vou usar esse espaço para pedir ao presidente do Botafogo que retire essa faixa agressiva que é deselegante e tenho certeza que não partiu dele, mas se ele permitir será. Acho que isso não precisa virar uma questão que seja remetida ao STJD. Somos adversários e não inimigos", escreveu Dunshee.

O EXTRA apurou que a faixa não foi colocado pelo Botafogo, mas por uma torcida organizada do clube alvinegro. Em clássicos anteriores, outras faixas provocativas também foram incluída e não foram retiradas.

A faixa da torcida do Botafogo faz referência ao incêndio do Ninho do Urubu, em 2019, quando dez atletas da base rubro-negra faleceram. O Flamengo ainda não chegou a um acordo financeiro com as famílias de todas as vítimas.