Flamengo vence 1º round da batalha de bastidores contra o River

(Foto: Divulgação Palmeiras)


A escolha do árbitro Roberto Tobar, do Chile, para a final da Libertadores entre Flamengo e River Plate foi a primeira vitória de bastidores do Rubro-negro em cima do time argentino. É que o River trabalhava para que a decisão fosse apitada por um uruguaio ou um colombiano.

SIGA O YAHOO ESPORTES NO INSTAGRAM

A informação foi revelada ao blog por um ex-árbitro, bastante influente em assuntos ligados à Conmebol.

Leia também:

O Flamengo foi avisado da intenção do River e passou a trabalhar nos bastidores para que a Confederação Sul-americana trabalhasse com isenção na escolha do árbitro. E a opção por um chileno acabou rendendo festa na Gávea e muitas reclamações em Buenos Aires.

Tobar tem causado enorme preocupação no River. Durante toda a terça-feira, torcedores do clube usaram as redes sociais para protestar contra a escolha do chileno. O time também protestou.

Aos 41 anos, Tobar apitou recentemente a final da Copa América, vencida pela seleção brasileira contra o Peru. Na mesma competição, o chileno já havia apitado a derrota da Argentina para a Colômbia por 2 a 0, na primeira rodada.

Siga o Yahoo Esportes

Twitter | Flipboard | Facebook | Spotify | iTunes | Playerhunter