Flamengo e Jorge Jesus fecham acordo e contrato será renovado até junho de 2021

Carlos Eduardo Mansur e Marcello Neves
Jorge Jesus com a taça da Libertadores

O técnico Jorge Jesus e a diretoria do Flamengo fecharam acordo e a renovação de contrato entre as partes foi acertada até junho de 2021. A assinatura do novo vínculo com o português acontecerá nas próximas horas e será tocada por Bruno Macedo, representante do comandante. Esta é a última barreira que separa o Flamengo do anúncio oficial.

Ficou definido que o português e a sua comissão técnica receberão 4 milhões de euros (cerca de R$ 23 milhões) pelo novo vínculo. A proposta de congelamento do câmbio da moeda, que faria as remunerações não serem alteradas de acordo com a variação do euro, não foi aceita.

Os valores relacionados as premiações a serem recebidas também foram acertadas. Esta foi uma das principais preocupações de Jorge Jesus, que acredita que torneios como Brasileirão e Libertadores não serão finalizados até o final do ano. Com isso, pediu que gatilhos fossem incluídos no contrato para protegê-lo desta situação.

Jorge Jesus pelo Flamengo

Jogos: 52Vitórias: 39Empates: 9Derrotas: 4 Aproveitamento: 81%

O presidente Rodolfo Landim queria que o novo vínculo fosse até dezembro de 2021, quando o seu mandato presidencial se encerra, mas prevaleceu o desejo do treinador de manter a porta aberta para clubes europeus.

Tanto que cláusulas foram incluídas para o caso de propostas do Velho Continente serem apresentadas. O entendimento foi de que, para permanecer com Jesus, não seria possível limitá-lo. A falta de liberdade no mercado o fez não renovar com o Al-Hilal, da Arábia Saudita, por exemplo.

Como técnico do Flamengo, Jorge Jesus soma são 51 jogos, com 38 vitórias, nove empates e apenas quatro derrotas — número menor que os títulos conquistado neste período (cinco, sendo a Taça Libertadores, o Campeonato Brasileiro, a Recopa Sul-Americana, a Supercopa do Brasil e a Taça Guanabara). O aproveitamento do português é de incríveis 80,39%, com 118 gols marcados e apenas 45 sofridos.

Marcos Braz agita redes sociais

No fim da tarde desta terça-feira, Marcos Braz agitou as redes sociais. Em seu Twitter, o vice-presidente de futebol do Flamengo postou uma bandeira de Portugal, indicando a tão almejada renovação de contrato com Jorge Jesus. A legenda da postagem foi enigmática:

- Bandeira linda... - escreveu Braz.

Não demorou para diversos torcedores associarem a postagem à permanência do técnico Jorge Jesus.

Semanas antes, o diretor de relações externas Cacau Cotta escreveu "se é para o bem de todos e felicidade geral da Nação, estou pronto! Digam ao povo que fico".

A renovação acontece pouco após Jorge Jesus completar um ano a frente do Flamengo. Em 1º de junho de 2019, o clube anunciava a contratação do português, que viria para substituir Abel Braga, que pediu demissão do cargo. Ali era iniciada uma verdadeira revolução no rubro-negro, interna e externamente, que culminaria nos títulos — apenas em 2019 — do Campeonato Brasileiro e da Copa Libertadores.

Para muitos torcedores, Jesus já se tornou o maior treinador da história do Flamengo — e os números também o favorecem nesta discussão. Com o título da Recopa Sul-Americana, em fevereiro deste ano, ele é o comandante com mais troféus conquistados em torneios nacionais e internacionais (superou Carlinhos e Paulo César Carpegiani, ambos com três).

Curiosamente, Jorge Jesus tem mais títulos conquistados pelo Flamengo do que derrotas neste mesmo período. Ao todo, são cinco conquistas (Libertadores, Brasileirão, Supercopa do Brasil, Recopa Sul-Americana e Taça Guanabara) e apenas quatro derrotas (Emelec, Bahia, Santos e Liverpool).