Flamengo e Palmeiras fazem jogo de alto nível e com muita emoção, mas ficam no zero no Maracanã

·1 min de leitura

Cinco meses depois da final da Libertadores, Flamengo e Palmeiras fizeram um jogo ainda melhor pelo Brasileiro, que terminou em igualdade e sem gols mais pela qualidade das equipes do que pela incompetência ou algum erro fatal de algum jogador.

Em casa, com quase 70 mil presentes e recorde de público no Maracanã, o Flamengo de Paulo Sousa comprovou seu momento de crescimento e teve consistência por 90 minutos contra a equipe melhor estruturada do Brasil, sob o comando do também português Abel Ferreira.

Após vitória sobre o São Paulo, o empate não interrompe a subida de desempenho coletivo e individual de nomes como Éverton Ribeiro e Arrascaeta, em mais uma bela apresentação. Gabigol, que não foi tão decisivo, disse que a equipe está em um bom caminho na temporada.

— Mister chegou com suas ideias, diferentes, que no Brasil não é muito comum. Normal algumas pessoas estranharem. Usou o carioca como teste, agora é continuar nessa pegada para a cada jogo melhorar — declarou.

Depois de um primeiro tempo muito equilibrado e com três chances para cada lado, o Flamengo dominou a segunda etapa e esteve mais próximo da vitória. Mesmo assim, o ponto conquistado mantém o time carioca no G-4, em terceiro lugar. No sábado, o adversário será o Athletico-PR.

Para o Palmeiras, que só havia conquistado um ponto em duas rodadas, o empate tem gosto amargo e mantém a equipe paulista na parte debaixo da tabela antes do clássico com o Corinthians, também no próximo sábado.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos