Flamengo empata com o Atlético-GO e ainda não vence com Rogério Ceni

·1 minuto de leitura

Rogério Ceni ainda não comemorou uma vitória à frente do Flamengo. No segundo jogo do técnico, a indigestão da vez foi o empate com o Atlético-GO, no Maracanã, por 1 a 1. O resultado atrapalha ainda mais os planos rubro-negros de alcançar a ponta do Brasileirão. O Fla caiu para quarto, a dois pontos do líder Atlético-MG.

O mau desempenho do Flamengo gera ainda mais preocupação em relação à Copa do Brasil: quarta-feira é o jogo de volta das quartas de final, contra o São Paulo.

Há ainda a dor de cabeça diante das condições físicas do time. Thiago Maia saiu no segundo tempo, após indicar um problema no joelho. Gabigol também foi para o vestiário incomodado com a coxa direita. Na seleção, Pedro reclamou de dores na coxa, e as condições são incertas para quarta-feira.

A proposta de Rogério Ceni era mais uma vez recorrer aos pontos positivos da gestão Jorge Jesus. Mas não houve aquela intensidade mostrada no primeiro tempo contra o São Paulo. Para piorar , a saída de bola foi um problema claro. Willian Arão não veio mais buscar o jogo, e a linha defensiva penou para fazer a bola chegar ao meio.

O gol de Bruno Henrique foi uma ótima notícia diante dos problemas do primeiro tempo do Flamengo. Thiago Maia merece o crédito pelo excelente passe, que deixou o atacante em condições de arrancar e balançar as redes.

Mas um cochilo na recomposição defensiva permitiu a chegada de Chico, que culminou com o arremate de Zé Roberto: jogo empatado.

O Flamengo, cambaleante, teve que partir para o ataque, a ponto de Ceni tirar Léo Pereira e botar Arrascaeta. Mas o gol perdido de Lincoln, na pequena área e sem goleiro, resumiu a noite do Fla.