Flamengo inicia returno do Brasileiro com maior distância para o líder em cinco anos

O returno do Brasileiro, que começa hoje, costuma ser visto como uma corrida de recuperação. Seja para quem precisa escapar da zona de rebaixamento, seja para quem busca vaga na Libertadores ou para aqueles que tentam se colocar como postulantes ao título. É o caso do Flamengo, que recebe o Atlético-GO, às 20h30, no Maracanã. Mas, na edição deste ano, as muitas oscilações na largada exigem dos rubro-negros um sprint ainda maior do que nas temporadas anteriores. Ou seja: vai ser preciso fôlego redobrado.

Veja a lista: Pesquisa inédita O GLOBO/Ipec aponta as 26 maiores torcidas do Brasil Leia também: Veja o ranking geral da pesquisa O GLOBO/Ipec das torcidas por sexo, idade, raça e outros

O Flamengo inicia o segundo turno em sexto lugar, com 30 pontos. São nove a menos do que o líder Palmeiras. É a menor pontuação e a maior distância para a ponta em cinco anos. Desde 2017, assumir a primeira colocação não é tão difícil. Naquela edição, o time somava 29. Curiosamente, estava um degrau acima na tabela, em quinto. Mas um abismo de 18 pontos o separava do Corinthians, que acabou confirmando a conquista do título.

Desde então, os rubro-negros vinham conseguindo entrar no returno mais próximos dos líderes. Em 2018, apenas três pontos os separavam do primeiro colocado (São Paulo). Em 2020, edição vencida pelo Flamengo, a distância era ainda menor: de apenas dois (também para o tricolor paulista). No ano passado, a missão já não era fácil. Em terceiro, com 36, o time estava a seis do Atlético-MG, que se sagrou campeão.

Raio-X do Flamengo: Pesquisa O GLOBO/Ipec confirma status de torcida nacional, com larga vantagem em três regiões

Só em 2019 que a situação foi diferente. Ao invés de perseguidor, o Flamengo era o alvo. Líder com 42 pontos, estava a três do Palmeiras, segundo colocado. O final desta corrida certamente segue vivo na memória dos torcedores.

A verdade é que, desde que Dorival Junior assumiu, a corrida de recuperação do Flamengo já está em curso. Quando ele estreou, na 11ª rodada, a equipe era 14ª colocada, com 12 pontos, a um do Z4. Desde então, foram nove partidas e mais pontos somados do que com o antecessor Paulo Sousa.

Neste fim de semana, esta reação pode ser premiada com uma volta ao G4. Para isso, além de vencer os goianos, os rubro-negros precisam que tanto Atlético-MG quanto Athletico não vençam seus respectivos jogos. Se ainda dará tempo de alcançar o Palmeiras, só o tempo irá dizer.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos