Flamengo não perdia três seguidas havia sete anos

A má fase do Flamengo pode ser exemplificada em números. Não apenas porque a estreia de Dorival Júnior como técnico resultou na derrota por 1 a 0 para o Internacional, no Beira-Rio. Ou então a proximidade da zona de rebaixamento, tendo a mesma pontuação do primeiro que está dentro dela. Mas também por amargar uma série de três derrotas seguidas, algo que não acontecia desde 2015.

Foi há sete anos que o Flamengo acumulou uma série de três reveses seguidos — ou melhor, quatro. Na ocasião, em todos os jogos válidos pelo Campeonato Brasileiro de 2015, o rubro-negro foi derrotado pelo Grêmio (2 a 0), Corinthians (1 a 0), Internacional (1 a 0) e Figueirense (3 a 0).

Na atual série, a equipe do agora técnico Dorival Júnior foi superada pelo Fortaleza (1 a 0), Bragantino (1 a 0) e Internacional (2 a 1). O rubro-negro volta a campo na próxima quarta-feira para enfrenta o Cuiabá, às 20h30 (de Brasília), no Maracanã — Marinho será desfalque por ter recebido o terceiro cartão amarelo.

Esta má fase já ligou o sinal de alerta no Flamengo a ponto de o técnico Dorival Júnior, que mesmo com dois dias de trabalho já cobrou uma mudança de postura do elenco.

— Um momento como esse, que derrota acontece, é importante apontar o dedo para nós. Uma cobrança maior em todos aspectos e sentidos. Uma dedicação tamanha à condição de cobrança e fazermos que mudemos a chave. Uma equipe como o Flamengo não pode ter esse comportamento — afirmou Dorival.

Diego Ribas, capitão do Flamengo, foi outro que declarou que o elenco precisa assumir a responsabilidade dos resultados negativos na temporada, deixando claro que o ex-técnico Paulo Sousa não era o único culpado.

— Agora é o momento de trabalhar muito e falar pouco. Temos muito o que corrigir e vamos corrigir. Logo estaremos onde o Flamengo deve estar, que é na parte de cima da tabela. Nosso elenco é vencedor e tem plena consciência de que não vai ganhar por conta do passado. Deixei claro que a responsabilidade não era só do Paulo Sousa, é de nós também. Temos que ser homens para assumir e melhorar. Faremos nosso melhor respeitando o Flamengo.

O Fenerbahçe, da Turquia, tem interesse na contratação do atacante Bruno Henrique, do Flamengo. Segundo a mídia do país, o jogador seria um dos pedidos feitos pelo técnico Jorge Jesus, com quem o camisa 27 trabalhou entre 2019 e 2020. No entanto, o rubro-negro ainda não recebeu nenhuma proposta oficial por parte dos turcos.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos