Flamengo não tem um auxiliar para ser interino em caso de demissão de Paulo Sousa

A pressão sobre Paulo Sousa no comendo do Flamengo aumentou ainda mais desde a derrota para o Fortaleza em casa no último domingo, pelo Brasileirão. Apesar de torcida e dirtoria estarem insatisfeitos com o desempenho do time, a saída imediata do treiandor português parece improvável, já que o clube não conta com um substituto imediato para o cargo.

No início do ano houve uma reformulação no departamento de futebol do Flamengo com a chegada da comissão técnica portuguesa, e alguns funcionários foram demitidos. Por isso, hoje não existe nenhum auxiliar que poderia assumir a poisção interinamente caso Sousa fosse demitido.

Nos últimos anos, o Flamengo contou com Jayme de Almeida, Marcelo Salles, Maurício Souza e Maurício Barbieri para assumir a função de interino enquanto o clube passava por transições no comando técnico.

No cenário atual, a não ser que que a diretoria entenda como insustentável a permanência dele, o clube terá que ir ao mercado em busca de um novo nome, o que demanda tempo e dinheiro.

Desta forma, na próxima quarta-feira, contra o Bragantino, fora de casa, Paulo Sousa ainda é o responsável pela equipe.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos