Flamengo preserva time de ponta antes de atacar por reforços

·4 min de leitura

Depois de aumentar o investimento em sua comissão técnica com a chegada de Paulo Sousa, o planejamento do Flamengo na formação de seu elenco para 2022 teve início com uma estratégia de preservar seus talentos para, em seguida, encorpar o grupo em qualidade. Pendência desde o ano passado, a renovação do meia Arrascaeta foi enfim sacramentada ontem, com a ampliação do vínculo até 2026 de forma oficial. Com a valorização salarial, o uruguaio se junta ao patamar de Gabigol e Bruno Henrique, peças que o clube considera hoje inegociáveis.

A dupla é recordista de sondagens nas últimas temporadas, e desta vez não tem sido diferente. Mas o Flamengo faz jogo duro. Se manteve na defensiva e enxugou os custos do elenco com a liberação de jovens e atletas que não performaram, como Kenedy e Bruno Viana, devolvidos de empréstimo.

O caixa para reforços, que já ganhou fôlego com previsão de mais receitas de marketing e bilheteria no orçamento de 2022 — entre eles o novo contrato da Adidas, aprovado ontem no Conselho Deliberativo —, será agora aberto para a qualificação pontual do grupo de Paulo Sousa. Em meio a isso, o clube ainda avalia ofertas do mercado internacional. A principal delas, por Michael, deve render quase R$ 50 milhões.

O Al Hilal, da Arábia Saudita, segue em cima por um desfecho para compra dos 80% dos direitos que pertencem ao Flamengo e dos 5% que são do Goiás. O restante pertence ao atleta, que tem de fato a saída encaminhada. A diretoria aguarda apenas que a proposta por pagamento à vista seja formalizada nos valores exigidos, mais de 8 milhões de dólares. Os goianos não abrem mão do percentual. Há diálogo por um desfecho em breve.

Mais esta etapa cumprida, a dupla Marcos Braz e Bruno Spindel parte para o ataque para atender aos pedidos do novo treinador. Fala-se na chegada de três a quatro peças, entre goleiro, zagueiro, meio-campo e atacante. Na provável reposição de Michael, o nome de Soteldo, ex-Santos, hoje na liga dos Estados Unidos, é avaliado. Do mesmo país, Ezequiel Barco, ex-River, também agrada.

Na defesa, a ideia é trazer jogadores para serem titulares, ou ao menos disputarem com goleiros e zagueiros do elenco, especialmente Diego Alves e Rodrigo Caio, com histórico recente de problemas físicos. Já a reposição no meio-campo se deve às constantes convocações de Éverton Ribeiro e Arrascaeta.

A volta por cima dos dois jogadores mais cerebrais do Flamengo é hoje a principal e frágil aposta para 2022. Além disso, o clube se movimenta para comprar Andreas Pereira ao Manchester United. A questão que paira a partir desses movimentos é se haverá não só boas, mas poucas opções para Paulo Sousa em meio a um calendário com muitas competições e ainda mais apertado em ano de Copa do Mundo.

Com a iminente saída de Michael, Vitinho surge como a alternativa mais viável para atuar pelos lados, depois de também performar bem em 2021. Outra sinalização do novo treinador é a melhor utilização de Pedro no ataque. Ou seja, as velhas soluções, com novas ideias.

A imersão de Paulo sousa, que já dura uma semana, tem causado boa impressão. Sobre ideias de jogo, que norteiam inclusive a ação do clube no mercado, a expectativa é por um esquema que aposte em homens bem abertos no campo e saída com três zagueiros. A dúvida é sobre a resposta física do grupo.

No novo contrato, inclusive, Arrascaeta é provocado a crescer de produção. Terá, mais uma vez, metas a cumprir em termos de participação nos jogos na temporada. No vínculo que ia até 2023, precisaria jogar 4 mil minutos por ano para ter os 25% de direitos econômicos comprados pelo Flamengo junto ao Defensor, do Uruguai. Não atingiu a meta, em meio a convocações e lesões. O clube carioca, embora reconheça seu valor, reeditou o modelo contratual. Nesse caso, vai pagar por 12,5%. A outra metade fica com o jogador e seu empresário, Daniel Fonseca.

O agente, os dirigentes e o jogador firmaram o novo vínculo em último encontro no Rio antes da foto oficial, que aconteceu no Centro de Treinamento. Agora, Arrascaeta volta o foco apenas para os treinamentos. O técnico Paulo Sousa segue com atividades matinais, mas também fará treinos em período integral, como hoje. A estreia do Flamengo no Estadual será contra a Portuguesa no estádio Luso-Brasileiro, no dia 26, ainda com jovens da base. O elenco principal só fará a primeira apresentação contra o Fluminense, na quarta rodada.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos