Flamengo tenta embalar com Dorival, subir na tabela e ampliar crise no Atlético-MG

Flamengo e Atlético-MG se reencontram às 16h deste domingo pelo Brasileiro em situações distintas do último confronto, no começo do ano, pela Supercopa do Brasil. O clube mineiro, que levou a melhor sobre o então time de Paulo Sousa no início da temporada, é quem tem seu atual treinador, Antonio Mohamed pressionado, enquanto Dorival Júnior busca deixar a crise para trás e voltar a pensar em G4.

Caso o Flamengo chegue à segunda vitória seguida, no Mineirão, a tendência é por troca de comando no Atlético-MG. Com o estádio lotado, os donos da casa foram alvos de protestos na véspera da partida, e o confronto ganhou ares de decisão, com obrigação de vencer. Nas última seis partidas disputadas, sendo cinco pelo Brasileiro e uma pela Libertadores, o Atlético só venceu o Avaí, empatando três jogos e perdendo dois.

Para se recuperar o treinador argentino terá de volta a dupla de volantes Allan e Jair, que cumpriu suspensão na última rdada.

No Flamengo, Dorival precisará optar por um substituto para Bruno Henrique, que sofreu lesão ligamentar no joelho no meio de semana e ficará alguns meses fora. Vitinho foi quem treinou na vaga. Além disso, o técnico poderá contar novamente com o zagueiro Rodrigo Caio, que fará dupla com Pablo, já que David Luiz se lesionou.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos