Flamengo trata liberação de Oscar por empréstimo até 2023 com otimismo

O Flamengo adota paciência e cautela, mas há otimismo nos bastidores de que o meia Oscar, do Shangai Port, consiga em breve a liberação do clube para atuar no Brasil até o ano que vem. Como a diretoria rubro-negra já tem um acordo salarial com o jogador, que precisaria abrir mão de uma boa parte do valor recebido na China, falta que Oscar e seu agente se acertem para obter o aval para um empréstimo, o que é visto no Flamengo como questão de tempo.

A janela de transferências vai até o dia 15 de agosto, e o jogador só poderia defender o clube no Brasileiro e a partir da semifinal da Libertadores, sem falar no Mundial. O meia tem contrato até 2024 e teve a permissão para vir ao Brasil acompanhar o nascimento de mais um filho. Em meio a situação crítica da pandemia na China, precisou fazer isolamento e pediu para voltar ao seu país, no que foi atendido.

Nesse momento, surgiu o interesse do Flamengo em contratar o meia, diante da reformulação em curso no elenco, e sobretudo com a definição de que Diego Ribas não ficará. O empresário Giuliano Bertolucci, parceiro do Flamengo, entrou no circuito e dialoga para que o atleta tenha sem desejo atendido.

O Flamengo, por sua vez, quer tê-lo não apenas até o fim da atual temporada, mas também em 2023, com a possibilidade de um acordo em seu último ano de contrato na China para a compra definitiva. Oscar pode ser o quinto reforço do Flamengo só neste meio do ano. Everton Cebolinha e Arturo Vidal já estrearam pelo Rubro-Negro. Na sexta-feira , o clube da Gávea também comunicou a chegada do volante chileno Erick Pulgar. O lateral-direito uruguaio Guillermo Varela já assinou o contrato e falta ser anunciado. Ainda há interesse no volante Walace, que seria comprado junto à Udinese, da Itália, e em um atacante de lado.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos