Flamengo vence Coritiba fora e abre vantagem na Copa do Brasil

·2 minuto de leitura

Ainda que desfalcado por quatro de seus principais jogadores, o Flamengo fez seu papel, venceu o Coritiba fora de casa por 1 a 0 e abriu vantagem no jogo de ida da terceira fase da Copa do Brasil. Treinado a beira do campo pelo técnico do sub-20, Maurício Souza (Rogério Ceni e seu assistente, Charles Hembert, estão com Covid-19), o Flamengo não sentiu as ausências no time titular e pressionou o Coritiba, mesmo jogando fora, desde o início do jogo. E do setor mais desfalcado da equipe viria o primeiro gol rubro-negro.

Sem Gabigol (machucado) e Pedro (que não voltou ao time a tempo de atuar), o jovem Rodrigo Muniz foi o escolhido para a difícil tarefa de substituir os artilheiros, e aproveitou a oportunidade. Logo no início do jogo, o atacante completou escanteio com cabeçada no contrapé do goleiro Wilson, abrindo o placar para os visitantes.

Mesmo com as ausências, o Flamengo teve uma atuação segura, com destaque justamente para os que ganharam as vagas no time titular. Além da assistência para o gol que abriu o placar, Vitinho, com a difícil missão de substituir Arrascaeta, fez bem o papel de articulador. Já João Gomes, um dos principais nomes da base rubro-negra, teve nova atuação segura atuando à frente da zaga, dando liberdade para Diego ajudar na armação.

Em processo de remontagem do elenco para tentar o retorno à Série A do Brasileiro, o Coritiba teve muita dificuldade, tanto de se organizar defensivamente quanto ofensivamente — a equipe sequer finalizou ao gol na primeira etapa. Com as ausências e já projetando a sequência de jogos, na segunda etapa, o Flamengo diminuiu o ritmo, enquanto que o Coritiba ganhou campo, buscou mais as finalizações, mas levou pouco perigo ao gol de Diego Alves.

As equipes voltam a se enfrentar na próxima quarta, às 21h30, no Maracanã. Antes, o rubro-negro volta a campo contra o América-MG, em casa, pela terceira rodada do Brasileirão.