Flamengo vence o Corinthians e 'decide' o título contra o Inter

Diogo Dantas
·2 minuto de leitura

O título brasileiro segue em aberto e será decidido a partir do duelo entre Flamengo e Internacional, no próximo domingo, no Maracanã. Neste domingo, o rubro-negro venceu o Corinthians, foi a 68 pontos, mas o Vasco perdeu para os gaúchos, que se mantiveram com um ponto a mais na tabela.

Se o Flamengo vencer o confronto direto na semana que vem, assume a liderança na penúltima rodada. Mas precisa confirmar o título no último jogo, contra o São Paulo. O Inter encara o Corinthians na rodada final. Se bater o Flamengo antes, será campeão antecipadamente.

Contra a equipe paulista, Willian Arão e Gabigol marcaram pelo Flamengo; Léo Natel diminuiu. O jogo foi marcado pela validação do segundo gol dos cariocas pelo árbitro de vídeo, após marcação de impedimento.

O começo da apresentação do Flamengo foi animador. Com uma postura ofensiva desde a sua defesa, posicionada de maneira adiantada, a equipe de Rogério Ceni conseguiu cercar o Corinthians e atacar em sequência até sair o gol. Que veio de uma bola parada, arrematada por Willian Arão.

Em seguida, após escanteio cobrado na primeira trave, Bruno Henrique acertou o travessão.

Depois de sair na frente, o Flamengo manteve a posse de bola, mas não conseguiu ser tão incisivo para matar o jogo, em que pese o forte calor no Maracanã. Na primeira oportunidade que o Corinthians conseguiu ter domínio do jogo no ataque, veio o empate. Araos não foi bem marcado por Diego e serviu Léo Natel.

O centroavante tocou na saída de Hugo, e deixou tudo igual.

O Flamengo não teve sucesso nas jogadas pelas pontas. Isla foi pouco acionado, e na esquerda Bruno Henrique e Arrascaeta se revezaram sem ser incisivos.

Foi um ajuste exatamente no lado esquerdo que melhorou o Flamengo. Bruno Henrique ficou um pouco mais fixo aberto desse lado, com Arrascaeta por dentro.

Toda bola que o Flamengo roubava do Corinthians, tentava esticar na esquerda, para o atacante ganhar campo. Deu certo. Em jogada por ali, Bruno Henrique arrematou de longe, Cássio deu rebote, e Éverton Ribeiro serviu Gabigol, livre, para marcar.

Com o jogo na mão, o técnico Rogério Ceni fez substituições inteligentes para renovar o gás no Flamengo. Pedro entrou para segurar a bola no ataque. E para proteger a defesa, Gustavo Henrique. Gerson e Bruno Henrique sentiram dores, e deram lugar a Vitinho e Pepê.