Flamengo x Palmeiras: apenas 12 torcedores foram barrados na fronteira

·1 min de leitura

Até às 22h desta sexta-feira, apenas 12 torcedores foram impedidos de entrar no Uruguai, por via terrestre, pelas autoridades do país vizinho. Segundo informações do Grupo de Trabalho de segurança criado por diversos órgão brasileiros e uruguaios, sete torcedores tinham pendências judiciais e outras cinco não tinham todos os documentos exigidos pela imigração.

Ainda de acordo com o grupo, desde às 22h de quarta-feira, 129 ônibus passaram pela fronteira transportando 3.741 pessoas.

Palmeirenses presos

Além dos 12 torcedores barradas, outros sete palmeirenses sequer chegaram à imigração. Eles foram presos em flagrante no Chuí, no Rio Grande do Sul, após picharem uma escola e depredarem um posto da Brigada Militar da cidade.

A seis deles foi oferecida a possibilidade de pagar fiança. Já outro foi encaminhado diretamente ao presídio poque resistiu à prisão.

O Grupo de Trabalho é formado por diversos órgãos de segurança do Brasil e do Uruguai, como as polícias Civil e Militar do Rio de Janeiro, São Paulo, Paraná, Santa Catarina e Rio Grande do Sul; além da Polícia Federal, Abin, Polícia Nacional do Uruguai e a Imigração Uruguaia. Também participam membros da CBF, da Associação Uruguaia de Futebol e do STJD.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos